Pesquisa diz que 80% dos homens são levados ao médico pelas mulheres

Dois levantamentos feitos pelo hospital AC Camargo, em São Paulo, revelaram que 80% dos homens são levados ao médico pelas mulheres, comprovando desta forma…

Dois levantamentos feitos pelo hospital AC Camargo, em São Paulo, revelaram que 80% dos homens são levados ao médico pelas mulheres, comprovando desta forma a importância do público feminino na manutenção da saúde masculina.

A cada 10 pacientes, 8 são levados ao hospital pela mãe, esposa ou filha. (Foto:Divulgação)

A mulher também cuida da saúde do homem

A primeira pesquisa considerou três mil pacientes atendidos na instituição, que hoje é considerada referência no tratamento de câncer. Depois de avaliar os dados, os estudiosos chegaram à conclusão de que a cada 10 pacientes, 8 são levados ao hospital pela mãe, esposa ou filha.

O segundo estudo desenvolvido pelo hospital AC Camargo mostrou que a insistência feminina para ir ao médico tem apresentado um efeito positivo na vida dos homens. Após analisar 2.778 pacientes com câncer de próstata, constatou-se que 77% dos casos tiveram o tumor maligno diagnosticado em sua fase inicial, aumentando desta forma as chances de cura. No caso do câncer de próstata, a descoberta precoce da doença ajuda a evitar sequelas, como a impotência e a incontinência urinária.

De acordo com Gustavo Cardoso Guimarães, chefe do Departamento de Urologia do AC, o medo da impotência sexual é um dos principais fatores que impedem uma avaliação consciente do homem sobre a sua própria saúde. Ele afirmou ainda que os pacientes temem o tratamento devido às possíveis sequelas.

Saiba mais: Homens só procuram ajuda médica quando doença está em estágio avançado

Homens temem possíveis sequelas de tratamento, como a impotência sexual. (Foto:Divulgação)

A mulher assume um papel importante para colocar ponto final na atitude negligente do homem com relação à saúde. Ela, na maioria das vezes, consegue convencê-lo que ir ao médico é o melhor caminho para evitar uma piora no quadro.

Leia Também:  Dicas para montar um guarda-roupa plus size

Sem ir ao médico, homem morre mais cedo

Não é novidade de que as mulheres vão mais ao médico do que os homens. Pesquisas apontam que as pessoas do sexo masculino morrem mais cedo do que as do feminino, justamente pelo fato de deixar a saúde em segundo plano e não visitar o médico.

Estima-se que, dos indivíduos de 20 e 59 anos que morrem no Brasil, 68% são homens. Com a mortalidade masculina tão alta, a importância de cuidar da saúde e realizar exames preventivos se torna ainda maior.

A mortalidade masculina é maior porque o homem não costuma cuidar da saúde. (Foto:Divulgação)

Vários motivos podem deixar o homem relutante sobre a ideia de ir ao médico. Movido por questões culturais, é comum não cuidar da saúde por medo, vergonha ou preconceito. Ele acredita que é um verdadeiro super-herói, que está acima do bem, do mal e da saúde.

Quando evita ou adia a visita ao médico, o homem adquire uma segurança psicológica e se sente mais forte. No entanto, ao tomar esta atitude, ele só aumenta as chances de ser diagnosticado com uma doença difícil de ser tratada.

Veja também: Câncer de próstata – saiba o que é e como prevenir

Top