Período fértil da mulher: como entender

Na sociedade moderna um assunto que vem sendo cada vez mais discutido é o planejamento familiar, e essa tem sido a ferramenta pela qual…

Por Editorial MDT em 20/03/2012

Anotar o primeiro e último dia de menstruação ajuda no controle dos ciclos

Na sociedade moderna um assunto que vem sendo cada vez mais discutido é o planejamento familiar, e essa tem sido a ferramenta pela qual as mulheres estão conseguindo desarmar a bomba da superlotação mundial. Uma gestação que ocorre dentro do período determinado pelo casal é capaz de trazer inúmeros benefícios, tanto para os pais quanto para o bebê, que é recebido num ambiente muito mais preparado física e emocionalmente para tal acontecimento.

Para as mulheres que pretendem engravidar, bem como para aquelas que não fazem uso de métodos anticonceptivos e ainda assim pretendem evitar a gestação (lembrando que esses métodos comportamentais não são tão eficazes quanto os de barreira e hormonais), é fundamental acompanhar e controlar o período menstrual, que pode auxiliar informando, com certa precisão, quando inicia e quando termina o período de fertilidade a cada ciclo. A dica é anotar num calendário os dias mais importantes, que são o primeiro e último dia de sangramento, e manter esse acompanhamento por um tempo, para que sejam percebidas possíveis alterações.

O que é o período fértil

O período em que a mulher encontra-se fértil corresponde à época da ovulação, ou seja, o momento em que um dos ovários libera um óvulo que, enquanto segue em direção ao útero, tem a possibilidade de ser fertilizado por um espermatozoide. De maneira geral esse momento se dá em torno do 14 dias antes da menstruação.

Para que ocorra a gravidez, não basta que o espermatozoide simplesmente encontre o óvulo, diversos outros processos, que ocorrem concomitantemente ao encontro do gameta masculino com o feminino, são fundamentais para a gestação prossiga.

Métodos comportamentais não são tão eficientes quanto os hormonais e de barreira.

 Como entender o período fértil

Para determinar o período fértil, em primeiro lugar é necessário que a mulher tenha os ciclos regulares, para que possa utilizar o calendário com as anotações sobre suas últimas menstruações, podendo assim prever o dia de seu próximo sangramento.

É importante lembrar que o ciclo menstrual é dividido em duas fases, a folicular, que corresponde à primeira metade do ciclo, se inicia com a menstruação e pode variar sua duração, e a fase lútea, que perdura entre 12 e 16 dias, com uma média de 14 dias, independente da duração do ciclo (que normalmente é de 25 a 31 dias). A fase lútea se inicia com a ovulação, sendo que o gameta feminino é capaz de sobreviver por 24 horas, enquanto que o masculino permanece viável por 3 dias.

Para calcular o período fértil basta saber qual será a data da próxima menstruação e, com a ajuda do calendário, subtrair 14 dias (a parte do ciclo que não muda), obtendo-se então a data mais provável de ovulação. Daí é só contar 3 dias a mais e 3 dias a menos dessa data (totalizando 7 dias), que correspondem ao período em que a mulher pode engravidar.

Para quem pretende ser mãe, o recomendado é manter relações sexuais dia sim, dia não, durante este período e nunca mais de uma relação no mesmo dia. Para quem pretende evitar a gestação, basta se abster do sexo durante essa semana.

O planejamento familiar só traz benefícios.

Existem outros métodos que tentam identificar o período fértil, como através da temperatura basal e do muco serviçal, porém são mais complexos e menos sensíveis.

Top