Perdigão compra Sadia tornando-se Brasil Foods

Depois de muita negociação, e obstáculos encontrados até à assinatura do contrato, finalmente a Perdigão comprou a Sadia com os papéis assinados na noite…

Sadia - Perdigão

Depois de muita negociação, e obstáculos encontrados até à assinatura do contrato, finalmente a Perdigão comprou a Sadia com os papéis assinados na noite de ontem (18). A assessoria de imprensa da Perdigão confirmou, porém os detalhes não foram divulgados.

A Fusão entre Sadia e Perdigão vai criar uma das maiores empresas de alimentos das Américas. O acordo firmado deve dar nome a uma nova empresa de nome Brasil Foods. Segundo a consultoria Economática, a empresa ocupará o 9º lugar no ranking das maiores empresas de alimentos das Américas.

A denominação ajudará no crescimento da companhia no mercado internacional. De acordo com o comunicado ao mercado, a Perdigão mudará seu nome para Brasil Foods, empresa que posteriormente vai incorporar a Sadia.

A nova empresa, informa o comunicado, terá sua sede transferida para a cidade de Itajaí (SC), onde existe um porto, o que reforça os comentários do mercado de que a Brasil Foods trabalhará para reforçar sua participação no mercado externo de alimentos.

A nova companhia terá uma participação de quase 25% no mercado global de exportação de aves, além de boa presença em vendas externas de suínos. Além disso, a empresa será líder em alimentos processados no mercado brasileiro.

Somadas, as empresas terão participação superior a 55% do mercado brasileiro em produtos como industrializados de carne e margarinas. Em itens como massas prontas, a fatia de mercado pode passar de 80%.

Unidas, as duas companhias vão ter faturamento anual de R$ 22 bilhões. A Brasil Foods seria também a terceira maior exportadora do país, atrás apenas das “gigantes” Vale, do setor de mineração, e Petrobras, de combustíveis. As vendas para o exterior devem somar cerca de US$ 10 bilhões.

Vídeo acordo entre Sadia e Perdigão


Top