Pepsi Distribuirá 60 mil Latinhas Depois do Vexame na Promoção

A Pepsi passou neste último final de semana (10 e 11) um de seus maiores vexames. Entrou para história o que a marca de…

A Pepsi passou neste último final de semana (10 e 11) um de seus maiores vexames. Entrou para história o que a marca de refrigerante proporcionou para seus clientes: quase nada. A empresa havia divulgado durante a semana passada a promoção “Pode ser Pepsi em Dobro” com as gêmeas do nado sincronizado e o apresentador Rodrigo Faro, a campanha na qual a marca convidava os clientes a experimentar o produto e incentivar a compra de uma Pepsi, que quando realizada, indiferente da embalagem, o consumidor levava outra extra.

A promoção tinha tudo para dar certo, o cliente compra um e ganha outro, porém tinha um limite de 24 unidades por CPF. Mas em muitos casos não foi possível atingir o limite, limitando-se a apenas um produto (isso quando não era nenhum), ou seja, não havia no estoque embalagens suficientes para suportar a procura.

A falta de estoque fez com que os varejistas enfrentassem um tumulto. Consumidores de todo país correram para os mercados para aproveitar a promoção, porém ‘cadê?’.  A verdadeira corrida pela Pepsi fez com que acarretasse uma escassez do refrigerante. A promoção que era para durar dois dias, não passou de algumas horas na maioria das cidades.

O erro foi da empresa PepsiCo, responsável e dona do produto Pepsi, que subdimensionou a demanda. Para compensar o vexame a empresa prometeu distribuir 12 latinhas do produto para os 5 mil consumidores que registraram e formalizaram suas reclamações no site da empresa, o que totaliza 60 mil latinhas.

O órgão de defesa ao consumidor, Procon, está investigando o caso e mandou uma notificação para a empresa PepsiCo, solicitando esclarecimentos. Dependendo do laudo e conclusão do Procon a empresa poderá ser multada em até R$ 6,33 milhões.

Top