Penhor de bens: como e onde pedir

Quem precisa de dinheiro rápido pode penhorar um bem para conseguir uma certa quantia. No Brasil, a Caixa Econômica Federal é o único lugar…

Quem precisa de dinheiro rápido pode penhorar um bem para conseguir uma certa quantia. No Brasil, a Caixa Econômica Federal é o único lugar autorizado a realizar este tipo de operação. Por não ter muita burocracia esse meio de crédito pode ser a salvação imediata para muitas pessoas. A taxa de juros do penhor também é mais vantajosa do que a de outras modalidades de crédito. Segundo informações do Banco Central, a taxa do cheque especial, na Caixa, por exemplo, é de 4,27% ao mês, e a do crédito pessoal é de 2,10% ao mês; já a do penhor é de 1,70% para o mesmo período.

Leia mais sobre: Como penhorar um imóvel

 

A penhora é um meio de empréstimo de dinheiro mais rápido (Foto: Divulgação)

Categorias de penhor

Existem dois meios de penhorar: o micropenhor e o penhor tradicional. O primeiro tipo é adequado para as pessoas que não tem saldo médio de R$ 3 mil em conta corrente, independentemente do banco. Mas, a quantia emprestada limita a R$ 1,5 mil.  Já o penhor tradicional atende quem tem saldo igual ou maior que R$ 3 mil em conta. Essa pessoa terá direito a um empréstimo de R$ 300 a R$ 100 mil.

Na avaliação do item penhorado são levados em consideração a cotação do ouro no mercado, o peso do metal valioso e outras características que elevam os seu preço em leilões, como raridade e idade da peça. Nos dois tipos de penhor, o empréstimo mínimo é de 10% da avaliação, sendo que o item deve atingir o valor de R$ 50,00 para a geração do crédito.

Saiba mais sobre: Penhorar joias: como fazer

Faça a penhora de bens sempre que tiver certeza que consegue pagar o empréstimo em prazo curto (Foto: Divulgação)

Como funciona o pedido de penhor dos bens?

Para penhorar um bem é necessário ir a uma agência da Caixa Econômica Federal com documento de identidade, CPF em situação regular na Receita Federal e comprovante de endereço atual. No local será feito um cadastro para que não seja feita a penhora de bens roubados. O emprestado pode chegar a 130% do valor da peça, porém é concedido somente para quem trabalha com o serviço a mais de 12 meses e não esteja endividado. Para os demais clientes o crédito é limitado a 85% do valor do item penhorado.

Leia Também:  Fatura Visa Banco Do Brasil

Prazo de pagamento do penhor

O empréstimo deve ser pago em parcela única no prazo que pode ser de 30, 60, 90 e 180 dias. É possível renovar a o penhor do bem diversas vezes, desde que sejam pagos os ônus devidos, porém esse procedimento só é permitido para joias e prataria. Se a pessoa não conseguir uma negociação com o banco e não tiver como pagar a dívida perde o bem que vai para leilão.

O que pode ser penhorado?

– Joias, metais nobres e pérolas: Nesse caso leva em conta valor da peça e sua antiguidade;

– Relógios, canetas e pratarias: Podem ser penhorados se for original e de valor significativo;

– Ouro e prata: Produtos compostos com ouro de teor menor a 12 quilates ou prata-paládio são aceitas se tiverem valor significativo, ou se possuírem valor histórico ou artístico.

Top