Paz e Amor

A década de 1970 foi marcada pelos jovens que tinham o objetivo de mudar o mundo, e se diferenciar de seus pais, que praticavam…

A década de 1970 foi marcada pelos jovens que tinham o objetivo de mudar o mundo, e se diferenciar de seus pais, que praticavam o consumismo vindo dos anos 1950. Com a intenção de ir contra a burguesia e as diferenças sociais que eram presentes na época, decidiram também atingir a moda. Mas essa geração não fazia idéia de que suas atitudes fariam parte da história da moda, mesmo com esse rompimento que tentaram.

Esse rompimento com a moda que os jovens tentaram não deu muito certo. Pelo contrário. Só fez criar uma nova moda. Uma moda mais leve, mais artesanal, com muitas flores, tranças nos cabelos, franjas, batas indianas, bordados e aplicações nas roupas, saias longas, estampas de etnias variadas e o inesquecível lema “Paz e Amor”.

Essa geração lutava contra a política da época, e sua rebeldia acabou gerando um novo vocabulário (protesto através da música, contracultura, divórcio, feminismo, sexo liberal, homossexualismo, bissexualismo, drogas, AIDS) e preocupações que antes ninguém enxergava.

A moda que vestia esses jovens sofria variações constantes, pois tinham um estilo próprio e quando notavam que alguma peça de roupa se tornava comum no meio, logo adicionavam algum acessório ou surgiam com uma peça totalmente diferente. Nada de moda massificada, tudo tinha de ser único. Com isso em mente, os hippies “atacavam” os brechós misturando estilos (kitsch) e criando outros.

Os estilos que passaram pelos anos 1970 foram dos mais variados, entre eles os hippies que eram os mais largados, os yuppies mais arrumadinhos, também tinha o glam rock, o country, entre outros. Essa época teve o cinema como grande influenciador de modo de vestir nos jovens.

Quando os anos 1980 chegaram, a revolução dos jovens perdeu força e o governo retomou seu poder, mas isso não quer dizer que a década do Paz e Amor perdeu em qualquer sentido. Em pleno século XXI, ela ainda marca presença e, volta e meia, a moda ensaia um revival.

Para você que tem saudades dessa época, mas não quer parecer uma hippie deslocada, a solução é atualizar o look seventie para o nosso presente. Naquele tempo, usava-se tudo e tudo ao mesmo tempo, ou seja, cabelos enormes e flores na cabeça, calças boca-de-sino, batas compridas e sandálias plataforma. Hoje, pode-se adicionar um toque seventie ao look e não parecer fantasiada.

Leia Também:  Tendências de jeans inverno 2012

O floral esteve muito presente naquela época, e voltou com tudo e de vez. Batas, saias vestidos, calçados e até os acessórios ganharam flores de tamanhos diversos. As plataformas também fazem parte da década de 1970, e vieram parar no nosso guarda-roupa atual.

 

 

A cintura também teve retorno triunfal. Calças e shorts jeans tiveram suas modelagens reformadas e apareceram por todos os cantos e situações. No caso dos shorts, os curtos e muito curtos estão a todo vapor, portanto faça o uso da lei da compensação: pernas à mostra, top comportado.

 

 

Com tanta variedade de estilo que foi criado e transformado, os jovens seventies conseguiram deixar um legado para a eternidade e, pode apostar, a moda desta geração nunca vai ficar datada.

Top