Pátina provençal: passo a passo

A pátina provençal é uma técnica capaz de modificar a aparência de móveis, objetos e paredes. Sua aplicação permite restaurar um determinado elemento decorativo,…

Caixa decorada com pátina provençal.

A pátina provençal é uma técnica capaz de modificar a aparência de móveis, objetos e paredes. Sua aplicação permite restaurar um determinado elemento decorativo, transformando-o numa peça exclusiva, charmosa e diferenciada.

Aplicada principalmente em madeira, MDF e fórmica, a pátina é um acabamento duradouro e compatível com várias propostas de decoração. Além de servir para inovar o visual dos ambientes, a pátina também é uma aposta do artesanato para confeccionar objetos para presentear ou mesmo vender.

Existem vários tipos de pátina, como é o caso da técnica que valoriza o estilo provençal. Os trabalhos que adotam este método procuram alterar a aparência do material, destacando um aspecto envelhecido e nobre. Para quem não sabe, a estética provençal busca inspiração no sul da França, esbanjando delicadeza e uma rusticidade charmosa.

Existem várias maneiras para obter o efeito da pátina provençal, como o uso de cera, aplicação de vela e o desgaste forçado. As três opções mencionadas costumam funcionar, deixando a peça com um visual envelhecido, clean e romântico.

Móvel antigo restaurado com pátina provençal.

Confira o passo a passo para a pátina provençal:

1. Use uma lixa para preparar a peça, sendo ela um objeto decorativo, um móvel ou outro item de madeira. Depois, remova o pó da superfície com um pano úmido;

2. Quebre uma vela e passe o pedaço por toda a superfície da peça, sobretudo nas partes onde o efeito envelhecido deve se tornar mais visível;

3. Caso tenha resíduos de vela nas curvas da peça, remova-os antes de pintar;

4. Aplique tinta acrílica branca em toda a peça, tomando cuidado para pintar as frestas também. Feito isso, aguarde a secagem;

5. Para fazer o acabamento com efeito envelhecido, lixe novamente a peça, removendo parte da tinta branca. Lembre-se de fazer o lixamento em apenas um sentido para não comprometer a estética da peça;

6. Finalize o trabalho aplicando uma camada de verniz  base de água. Nesta etapa final, cuidado para não escolher um produto amarelado, isto pode comprometer o efeito branquinho e suave da pátina provençal.

Dicas para fazer a pátina provençal

Caixa de vinho, perfeita para presentear alguém.

• No caso de trabalhar com móveis antigos, é importante lixar bem a peça para remover o verniz por completo. Caso existam vestígios do acabamento anterior, o resultado da pátina fica comprometido;

• Ao invés da vela, a técnica também pode contar com produtos específicos, como é o caso da pátina em cera, encontrada nas melhores lojas de artesanato;

• Para obter um efeito mais rústico e com fundo diferente, aplique uma demão da tinta com a cor da sua preferência, depois cubra com uma camada de pátina em cera incolor e acrescente uma demão de outra tinta branca. Depois da secagem, lixe e obtenha o acabamento esperado.

 

Top