Passeios com o bebê no inverno: cuidados

Quando os termômetros marcam temperaturas mais baixas, algumas dúvidas surgem com relação alguns cuidados que devem ser tomados com os pequeninos: é contraindicado levar…

Quando os termômetros marcam temperaturas mais baixas, algumas dúvidas surgem com relação alguns cuidados que devem ser tomados com os pequeninos: é contraindicado levar o bebê para passear? É preciso agasalhá-lo mais? É necessário dar banho após os passeios? Realmente o inverno requer uma atenção especial das mamães, portanto, confira as dicas e esclareça essa e muitas outras dúvidas a respeito desse assunto.

Os passeios em dias frios precisam seguir alguns cuidados.

Veja também:Cuidados com crianças no inverno: dicas

Evite exposição desnecessária

A grande preocupação com as crianças no inverno se deve à maior chance de desenvolvimento de problemas respiratórios. O ar frio atua irritando a mucosa das vias aéreas, o que facilita o surgimento de infecções respiratórias, especialmente de origem viral, além das crises de broncoespasmo. Outra desvantagem dessa época do ano é que, devido à menor umidade relativa do ar, o número de partículas poluentes em suspensão é muito maior do que nos dias quentes, agravando o comprometimento respiratório.

Por isso, o mais indicado, nessa época do ano, é evitar a exposição desnecessária do bebê em ambientes externos, principalmente quando se vive em grandes centros urbanos, onde é maior a poluição, bem como a chance de existir microrganismos patogênicos no ar. Em dias menos frios, em locais onde a aglomeração de pessoas é menor e a qualidade do ar melhor, é possível realizar passeios curtos, que durem cerca de meia hora.

Se a exposição externa da criança é inevitável, a dica é adotar alguns cuidados de higiene, após o passeio, que favorecem a eliminação e previnem o acúmulo excessivo de secreção nasal, carregada com partículas e microrganismos que se encontravam em suspensão. Por isso é recomendado lavar o nariz da criança com soro fisiológico, ao chegar em casa.

Durante o inverno, existe grande preocupação com problemas respiratórios.

Veja também: Pneumonia em criança: o que fazer?

Leia Também:  Celular Nokia 2220 Preços, Onde Comprar

Cuidado com as variações de temperatura

Os bebês possuem uma dificuldade para se adaptar à temperatura ambiente, pois perdem calor com mais facilidade. Entretanto, não sentem muito mais frio do que um adulto. O recomendado é que os pais tentem manter roupas de algodão em contato com a pele, colocando o agasalho por cima e lembrando-se de manter as mãos e pés bem aquecidos. Toucas e gorros são indispensáveis durante os passeios.

Os pais devem se lembrar de que a “friagem” não é a responsável pelo adoecimento, e sim a variação de temperatura, que provoca uma diminuição do sistema imunológico e favorece infecção por vírus. Por isso, manter o bebê quentinho é fundamental.

Um reconfortante banho quente (mas não exageradamente), seguido de uma troca de roupa limpa e que mantenha estável a temperatura, pode ajudar a aumentar a temperatura corporal, relaxar, e limpar a pele de agentes potencialmente nocivos.

Passeios ao ar livre

Nos dias mais amenos, os passeios ao ar livre ajudam a criança a relaxar e ficar mais calma durante o restante do tempo. A dica é optar pelos horários mais quentes do dia e evitar locais com aglomeração de pessoas, que favorece a transmissão de patógenos.

Banhos quentes após os passeios são indicados.

Veja também: Tendências inverno 2012 para as crianças

Desde que os pais se lembrem de seguir devidamente os cuidados necessários, nada impede que sejam realizados passeios até mesmo durante os dias mais frios do ano. Vale lembrar que, mediante qualquer dúvida, a procura de um pediatra ou médico da família pode ser útil, prevenindo complicações e situações de risco.

Top