Para acabar com jejum de vitórias, São Paulo visita o Atlético Goianiense

A instabilidade apresentada pelo São Paulo durante boa parte do Brasileirão tem atrapalhado o clube na tentativa de superar os rivais diretos na briga…

Tricolor aposta no talento do jovem Lucas para acabar com a falta de vitórias

A instabilidade apresentada pelo São Paulo durante boa parte do Brasileirão tem atrapalhado o clube na tentativa de superar os rivais diretos na briga pelo título e assumir a liderança. Para se ter uma ideia, o time do Morumbi não sabe o que é vencer há cinco rodadas.

Apesar dos recentes tropeços, o São Paulo permanece na quarta colocação, com 48 pontos. Porém, para não se desgarrar do grupo da frente, o Tricolor precisa da vitória a qualquer custo diante do Atlético Goianiense, domingo, às 18h, no estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Na busca dos três pontos, o técnico Adilson Batista celebra o fato de poder contar com três atletas que não foram aproveitados nas últimas partidas: o meia Lucas, que estava com a Seleção Brasileira, o lateral-direito Piris, na Seleção do Paraguai, e o volante Denilson, suspenso. Com o retorno de Lucas, quem deve perder espaço entre os titulares é o veterano Rivaldo.

Em contrapartida, o zagueiro João Filipe e o lateral-esquerdo Juan, suspensos, desfalcam a equipe em Goiânia. Assim, Carlinhos Paraíba deve ser improvisado pelo lado esquerdo e Xandão ganha uma oportunidade na zaga.

Dragão aposta no fator casa

O grande trunfo do Atlético para surpreender o São Paulo é o estádio Serra Dourada. Atuando em casa, o Dragão não perde há sete rodadas. Neste período, foram cinco vitórias e dois empates.

No domingo, o técnico Hélio dos Anjos terá os desfalques do lateral Adriano, que levou o terceiro amarelo, e do volante Agenor, expulso na última partida. Assim, Rafael Cruz atuará pelo lado direito e Marino segue como titular no meio de campo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO GOIANIENSE X SÃO PAULO

Continuar Lendo  Olho no apito! Confira os árbitros sorteados para a rodada decisiva do Brasileirão

Atlético-GO: Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Pituca, Marino, Bida e Vitor Júnior; Anselmo e Felipe: Técnico: Hélio dos Anjos

São Paulo: Rogério Ceni; Ivan Piris, Xandão, Rhodolfo e Carlinhos Paraíba; Wellington, Denilson (Casemiro), Cícero e Lucas; Dagoberto e Luis Fabiano. Técnico: Adilson Batista

Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-DF)

Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Fábio Pereira (TO)

Top