Papai Noel: origem, tradição e história

A existência do Papai Noel sempre deixou a garotada bastante curiosa, pelo fato dele conseguir entregar tantos presentes para crianças do mundo inteiro em…

A existência do Papai Noel sempre deixou a garotada bastante curiosa, pelo fato dele conseguir entregar tantos presentes para crianças do mundo inteiro em tão pouco tempo. Mas afinal como esse bom velhinho surgiu nas conhecidas histórias e tradições natalinas? Hoje vamos falar sobre Papai Noel: origem, tradição e história.

Papai Noel: origem, tradição e história (Foto: Divulgação)

Papai Noel: origem, tradição e história (Foto: Divulgação)

Papai Noel: origem, tradição e história

A atual imagem do Papai Noel teve ajuda da empresa Coca-Cola em 1931. Mas, o querido e bom velhinho, segundo estudiosos, foi inspirado em um simpático bispo turco chamado Nicolau, nascido no ano de 208 d.C. Ele era um homem muito generoso que colocava saquinhos com moedas próximas as chaminés das casas dos mais pobres, por isso o Papai Noel é conhecido por entrar pelas chaminés para colocar os presentes embaixo da árvore de natal. O Papai Noel: origem, tradição e história possuem vários significados e simbolismos.

Veja aqui também: Saiba como transmitir a magia do Natal para os seus filhos

A Coca Cola apresentou a nova imagem do bom velhinho para o mundo (Foto: Divulgação)

A Coca Cola apresentou a nova imagem do bom velhinho para o mundo (Foto: Divulgação)

Santo Nicolau

Depois que Nicolau morreu, foi santificado, por dizerem que ele fez alguns milagres. Então ele tornou-se o São Nicolau. A associação de São Nicolau com o Papai Noel iniciou-se na Alemanha e chegou até Portugal (que o chamam de Pai Natal), nos Estados Unidos da América (que o chamam de Santa Claus), e aqui no Brasil (que chamamos de Papai Noel).

Papai Noel era Santo Nicolau (Foto: Divulgação)

Papai Noel era Santo Nicolau (Foto: Divulgação)

Características do Papai Noel

O Papai Noel mais antigo é muito diferente do atual, ele era caracterizado com vestes de inverno na cor verde escuro ou marrom. A atualíssima imagem do bom velhinho com vestes vermelhas, cinto preto, gorros, barbudo e gordo foi criado pelo cartunista alemão Thomas Nast por volta de 1886 e no mesmo ano essa nova versão foi divulgada na revista “Harper’s Weeklys”. E em 1931, como foi citado anteriormente, a empresa Coca-Cola apresentou a nova imagem para o resto do mundo, na qual por sinal o querido velhinho tinha as vestes da mesma cor da empresa. E agora, na tradição mais moderna o Pai Noel mora no Polo Norte, entrega presentes para criancinhas que tenham sido boazinhas durante todo o ano, também dá aquela risada gostosa “HoHoHo” e que tem o trenó com suas renas que o obedecem a qualquer hora em qualquer momento.

Leia Também:  Kits de Natal Sack’s Perfumaria

Confira mais informações aqui: Simpatias para fazer na noite de Natal

Papai Noel recebe cartas com pedidos para o Natal (Foto: Divulgação)

Papai Noel recebe cartas com pedidos para o Natal (Foto: Divulgação)

Mudanças foram feitas, mas o propósito continua o mesmo

Pois é, muita coisa mudou, mas o símbolo do natal sempre defendeu a mesma ideia que esta época do ano como um todo apoia. O amor ao próximo, a compaixão, a caridade. As crianças talvez não percebam, mas é essa simbologia que está por de trás da imagem do Santa Claus, do Pai Natal, do Papai Noel ou como desejar chamar. Senão ele não seria inspirado a partir do São Nicolau que demonstrou um espírito de caridade e amor ao próximo. E esse é o bom velhinho que tanto admiramos, gostamos e incentivamos a criançada a acreditar, pois ele só tem o melhor a oferecer.

Top