Palmeiras vence o Ceará, encerra jejum e ameniza a crise

Redacao 23/09/2011 Futebol

Com boa atuação, atacante Luan ajudou o Palmeiras a vencer o Ceará

O Palmeiras fez por merecer, derrotou o Ceará por 1 a 0, no Canindé, e acabou com o jejum de cinco partidas sem vencer. A vitória serviu ainda para aproximar a equipe alviverde do G-5 do Brasileirão. Vivo na luta por uma vaga na Libertadores, o Verdão soma 38 pontos e está a apenas dois do Fluminense, quinto colocado.

Por outro lado, a derrota deixa o Ceará na 16ª posição, com 27 pontos, e segue bastante ameaçado pelo rebaixamento

Verdão no ataque!

O primeiro tempo foi de ataque contra defesa. Desesperado por uma vitória, o Palmeiras pressionou bastante o Ceará durante os primeiros 45 minutos. Com um lado esquerdo mais ligado na partida, o Verdão chegava apostando no apoio de Gabriel Silva e na disposição de Luan, que atormentava a zaga cearense. Apesar de dominar as ações da partida, o time alviverde sentia falta de um meia para organizar as jogadas ofensivas. Tinga, único meia de origem, participou pouco do jogo e novamente não justificou sua presença em campo.

Aos 17 minutos, lance polêmico no Canindé. Gabriel Silva cruzou e Thiago Matias cortou a bola com a mão, mas o árbitro ignorou o lance e mandou a partida seguir. Melhor em campo, o Palmeiras chegou com perigo aos 21 minutos. Fernandão fez boa jogada individual e soltou a bomba para defesa de Fernando Henrique.

Quatro minutos depois, Luan recebeu pela esquerda, bateu e Fernando Henrique salvou novamente os cearenses. O Palmeiras permanecia em cima e reclamou de mais um pênalti aos 32. Fernandão invadiu a área, deu corte no zagueiro e foi atropelado. Porém, novamente o árbitro errou e deixou o jogo seguir.

A pressão alviverde seguia e o goleiro Fernando Henrique complicava a vida do Verdão.  Aos 36, Fernandão bateu e o goleiro do Ceará fez mais uma ótima defesa.  Um minuto depois, Luan pegou uma sobra na área e soltou o pé para mais uma defesa espetacular de Fernando Henrique.

De tanto atacar, o Palmeiras, enfim, abriu o marcado aos 43 minutos. Márcio Araújo cruzou, Luan cabeceou e o zagueiro Thiago Matias, que iniciou a carreira no Palmeiras, desviou contra o próprio gol e marcou a favor de seu ex-clube: 1 a 0 Palestra.

Pouca qualidade na segunda etapa

O Palmeiras continuava melhor em campo também na etapa complementar.  Apesar de não atacar com a mesma intensidade, o time alviverde criava as melhores chances. Logo aos dois minutos, depois de bate rebate na área, Kléber emendou uma bicicleta e acertou o travessão. Sem demonstrar muito poder de reação, o Ceará se limitava a levantar bolas na área para os grandalhões Roger e Washington. Mas sem sucesso.

A partir dos 10 minutos, o ritmo do jogo caiu e só aos 25, o Verdão voltou a ameaçar. Luan arriscou de direita e Fernando Henrique, o melhor em campo, evitou o segundo gol do Verdão.

Aos 32, quem teve a chance de matar o jogo foi Márcio Araújo. Após falha grotesca do zagueiro Fabricio, Kléber recuperou a bola e rolou para Márcio Araújo dentro da área, mas o lateral improvisado demorou a finalizar e foi travado pela zaga do Ceará.

Aos 36, o Palmeiras assustou novamente os cearenses. Gabriel Silva cruzou, Fernandão dividiu e a bola sobrou para Luan, que bateu e a bola explodiu na zaga.

Aos 40 minutos, Maikon Leite, que havia entrado no lugar de Fernandão, quase ampliou.  Num contra-ataque rápido, Kléber rolou para o atacante driblar o goleiro bater, mas o zagueiro salvou em cima da linha.

No último lance do jogo mais um lance polêmico. Heleno cruzou e Luan interceptou a bola com a mão. Mas, a exemplo do critério utilizado na primeira etapa, o árbitro não marcou a infração.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1X0 CEARÁ

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos, Henrique e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção (Thiago Heleno), Tinga (João Vitor) e Luan; Kleber e Fernandão (Maikon Leite). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CEARÁ: Fernando Henrique; Boiadeiro (Thiago Humberto), Fabrício, Thiago Matias e Vicente; Michel (Eusébio), Heleno, João Marcos e Rudnei; Roger (Marcelo Nicácio) e Washington. Técnico: Estevam Soares.

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)

Renda/público: R$ 189.789,00 e 6.629 pagantes

Cartões amarelos: Marcos Assunção, Luan e Chico (PAL); Heleno e Roger (CEA)

GOLS: Thiago Matias (contra), 43’/1ºT (1-0);

Outros artigos

Ofertas Pernambucanas

13/04/2010

Ofertas Pernambucanas

As lojas Pernambucanas sempre vêm com boas ofertas em todos os seus produtos, por isso recomendamos para quem vai fazer compras que dêem uma olhada no estoque da...

Como economizar energia no inverno: dicas

06/06/2012

Como economizar energia no inverno: dicas

[caption id="attachment_459842" align="aligncenter" width="550" caption="Como economizar energia no inverno"][/caption] O inverno é uma estação deliciosa, onde o ...