Os protestos que marcaram 2011

☰ CONTEÚDO Protestos na TunísiaProtestos no EgitoNa EspanhaProtestos na GréciaProtestos em Nova Iorque Protestos na Tunísia A Tunísia é um país árabe do norte da África.…

Por Redacao em 22/12/2011

☰ CONTEÚDO

Protestos na Tunísia

A Tunísia é um país árabe do norte da África. Por lá houve uma rebelião popular para derrubada do presidente Zine al Abidine Ben Ali, que estava há 23 anos no poder. Esses protestos estão tendo repercussão em outros países e manifestantes têm se insurgido contra o governo de seus locais, a exemplo do Iêmen e do Gabão.

Protestos no Egito

Protestos no Egito (Foto: Divulgação)

Em 2011 o povo do Egito protestou contra o governo que é uma verdadeira ditadura, o governo do presidente Hosni Mubarak, há 30 anos comandando o país. A onda de protestos e manifestações foi nomeada de “Dia da Ira” e convocava as pessoas a participar pela internet. O povo tinha contato e mantinha informações sobre o restante do mundo através das redes sociais.

O povo do Egito reclama dos altos índices de desemprego no país, do autoritarismo do governo e sua corrupção, da violência da polícia, contra as leis de estado de exceção, sobre o baixo salário mínimo, a falta de moradia (reclamam também de más condições de vida), inflação e pedem liberdade de expressão.

Na Espanha

No mês de maio milhares de pessoas ocuparam as praças de algumas das principais cidades da Espanha, fazendo protesto em relação à crise econômica e a incapacidade da classe política em superá-la. Além disso, outro fator levou os manifestantes para as praças: a imposição de duras ações de austeridade fiscal.

Eles passaram um bom tempo do verão acampados e foram chamados de “indignados” pelos meios de comunicação do país. No fim do ano voltaram a reclamar, agora contra cortes de gastos em educação, tendo como protestantes também os sindicatos ligados à esquerda e professores.

Protestos na Grécia

Manifestantes gregos e policiais entram em confronto (Foto: Divulgação)

A reclamação dos gregos foi conta o pacote de austeridade sob votação no Parlamento. Milhares de manifestantes fizeram uma greve geral que durou 48h em junho nas ruas da capital Atenas. Nessa manifestação houve confronto entre manifestantes e a polícia. No final do ano, mês de novembro, os protestos recomeçaram lutando contra as medidas de austeridade desde a posse do novo primeiro-ministro do país, Lucas Papademos.

Protestos em Nova Iorque

Protesto pela democracia mundial (Foto: Divulgação)

Manifestantes do movimento conhecido como Occupy Wall Street (um movimento que protesta contra desigualdade econômica no mundo) briga com a polícia para conseguir manter a ocupação do Wall Street, o centro financeiro de Nova Iork. O protesto começou em setembro, também acontece em Londres e teve como inspiração os movimentos árabes pela democracia.

Top