Os personagens gays mais marcantes da TV

Os personagens gays mais marcantes da TV

Ultimamente os temas ligados a homossexualidade estão em pauta na mídia brasileira, principalmente graças às controversas declarações do pastor e deputado federal Marco Feliciano,…

Por Editorial MDT em 26/05/2013

Ultimamente os temas ligados a homossexualidade estão em pauta na mídia brasileira, principalmente graças às controversas declarações do pastor e deputado federal Marco Feliciano, que já afirmou diversas vezes que é contra a homossexualidade, que trata os gays como pessoas doentes e que recentemente propôs a Cura Gay.

Apesar do assunto voltar a mídia recentemente, muitos autores de novelas e séries já tratam do assunto na televisão. Relembre alguns dos personagens gays mais marcantes da TV:

Félix (Mateus Solano) é o vilão da trama de Amor à Vida, escrita por Walcyr Carrasco. (Imagem: Divulgação)

Félix Khoury, de Amor à Vida

Cínico e irônico, Félix Khoury (Mateus Solano) está longe de ser um personagem do bem. Invejoso e mal resolvido, o vilão de Amor à Vida é obrigado a “ficar no armário” e preso em um casamento de aparências porque seu pai não aceitaria o fato de ser gay, mas claro que isso não o impede de ser reverenciado pelo público, que ama suas tiradas e maldades. Embora não seja o único gay da trama, que ainda conta com o casal Eron e Niko – interpretados respectivamente por Marcello Antony e Thiago Fragoso – é certamente o mais querido da novela!

Eleonora e Jenifer, Senhora do Destino (Foto: Divulgação)

Eleonora e Jenifer, Senhora do Destino

Entre 2004 e 2005, o casal gay de maior sucesso no Brasil eram as personagens Jenifer e Eleonora.  Enquanto Jenifer, papel de Barbara Borges, era uma mulher milionária, filha de um ex-bicheiro e patricinha, Eleonora, personagem de Mylla Christie,  uma médica extremamente batalhadora, que conseguiu vencer as barreiras sociais e alcançou o sonho de sua vida.

Ao final da trama, as duas assumem conturbada relação, que era mal vista por muitos e decidem viver juntas, adotando um recém-nascido para completar a família.

Veja também: As melhores paradas do orgulho LGBT

Marina e Marcela, em Amor e Revolução (Foto: Divulgação)

Marina e Marcela, em Amor e Revolução

No ano de 2011, o SBT produziu uma das novelas mais aclamadas da emissora. Amor e Revolução era uma trama que se passava na década de 60, na época da forte repressão do regime militar. Marina era uma jornalista, vivida pela atriz Giselle Tigre, enquanto Marcela, uma advogada, foi interpretada por Luciana Vendramini.

Além de terem que lutar contra as barbaridades cometidas pelo governo e toda a repressão, as duas amigas, que descobriram uma verdadeira história de amor, ainda tinham que lutar contra os preconceitos e as incertezas da homossexualidade em uma sociedade em que nada era aceito e visto como normal.

O casal gay marcou a TV brasileira por ser o primeiro beijo gay brasileiro, mostrado claramente na TV aberta.

Crodoaldo, de Fina Estampa (Foto: Divulgação)

Crodoaldo, de Fina Estampa

No ano de 2011, o personagem Crodoaldo, de Marcelo Serrado roubou a cena na novela Fina Estampa. A novela tinha como grande vilã a personagem Tereza Cristina, papel da atriz Christiane Torlone, e Crô, era o fiel escudeiro da megera.

O assistente da vilã era um gay inseguro e totalmente submisso aos desejos da vilã. Com o tempo, o personagem caiu no gosto do público e passou a ter mais destaque na trama, ganhando até um caso com um homem misterioso, dono de uma tatuagem de escorpião.

Crodoaldo fez tanto sucesso nas telinhas que sua história agora ir parar no cinema e se tudo sair como previsto, o filme deve ser lançado ainda neste ano.

National Gay Wedding Show 2013

Top