Os perigos de combinar álcool e energético

O consumo de bebidas energéticas combinado com bebidas alcoólicas tem aumentado muito nos últimos anos. Porém, esse consumo tem causado preocupações para os profissionais…

O consumo de bebidas energéticas combinado com bebidas alcoólicas tem aumentado muito nos últimos anos. Porém, esse consumo tem causado preocupações para os profissionais da saúde, pois o uso de energéticos tem sido associado ao maior consumo de álcool. Saiba mais sobre o assunto e veja os perigos de combinar álcool e energético.

Estudos americanos falam sobre os perigos do consumo de álcool com energéticos. (Foto: divulgação)

Bebidas energéticas

Os famosos energéticos são assim denominados por apresentar substâncias como cafeína, vitamina, taurina e outros suplementos. Eles são utilizados para melhorar a energia, perder peso, aumentar a resistência, desempenho atlético e concentração. Alguns desses componentes ajudam a disfarçar o sabor do álcool nas bebidas alcoólicas, fazendo com que a combinação se torne mais agradável ao paladar, aumentando ainda mais o consumo.

A cafeína presente nas bebidas energéticas diminui a sensação de embriaguez, mas não reduz o comprometimento verdadeiro causado pelo álcool. Sendo assim, o indivíduo pode beber mais do que deveria, dirigir após beber e colocar em risco a vida de outras pessoas.

O consumo de grandes quantidades de cafeína, como as presentes nas bebidas energéticas, tem sido associado a graves consequências como convulsões, doença psiquiátrica chamada mania, derrame cerebral e morte súbita por infarto.

O consumo de alcool e energético combinados tem aumentado cada dia mais. (Foto: divulgação)

Veja também alcoolismo na adolescência como lidar 

Perigos de combinar álcool e energético

Atualmente, uma pesquisa feita em uma universidade pública dos Estados Unidos com 975 estudantes, descobriu que o uso de bebidas energéticas associadas a bebidas alcoólicas pode ser um fator adicional para o desenvolvimento de alcoolismo.

Os energéticos proporcionam mais disposição para beber e tornam o indivíduo mais susceptível aos problemas relativos ao consumo de álcool, como os acidentes, machucam-se, precisam de ajuda médica e sofrem problemas sexuais.

Leia Também:  Piercing na língua: cuidados

Durante a pesquisa, notou-se que os estudantes que faziam uso frequente de álcool com energético, ficavam mais expostos a desenvolver problemas relacionados, tais como desmaios e incapacidades decorrentes da ressaca.

O consumo de bebidas alcoolicas com energéticos podem levar ao alcoolismo. (Foto: divulgação)

Veja também álcool em excesso aumenta o risco de demência 

Os dados chamam a atenção para os malefícios causados pelo consumo de álcool junto com energéticos, pois a falsa ideia de que a cafeína combate a sonolência causada pelo álcool, leva o indivíduo a apresentar mais riscos a saúde e também a sociedade.

Top