Ônibus fretados de SP recebem novas regras de circulação

A nova restrição de ônibus fretados em parte do centro expandido de São Paulo, que foi anunciada por Gilberto Kassab, vai afetar empresas, hospitais…

Onibus

A nova restrição de ônibus fretados em parte do centro expandido de São Paulo, que foi anunciada por Gilberto Kassab, vai afetar empresas, hospitais e até mesmo o Palácio dos Bandeirantes, que atualmente é sede do governo do Estado.

De acordo com as regras, o trânsito de fretados será proibido, a partir do dia 27 de julho, em cerca de 70 Km² que abrangem regiões de grande concentração de empresas, como as avenidas Paulista, Luiz Carlos Berrini e Faria Lima.

“As empresas optam pelo fretamento porque ele aumenta a produtividade do funcionário. Ele vai dormindo no ônibus, lendo. Chega na empresa descansado. Não é como no metrô ou no ônibus comum, onde vai apertado”, diz Jorge Miguel dos Santos, diretor executivo do Transfretur.

A assessoria da Casa Civil do governo do Estado informou que já está sendo estudada uma adaptação no serviço do transporte dos servidores para enquadramento nas novas regras definidas pela prefeitura.

Porém há algumas restrições estipuladas pela prefeitura para essa nova regra, são eles os ônibus escolares, de turismo e aqueles que transportam passageiros para hotéis e igrejas, seminários, feiras, eventos e atividades de lazer e cultura.

Porém, todos os veículos terão de se cadastrar na prefeitura com antecedência.


Top