Onde Praticar Arco e Flecha

O arco e flecha, diferente de outros esportes, não tem a sua história definida. Isso porque os primeiros achados desses instrumentos ultrapassam os 25…

Por Editorial MDT em 27/05/2011

O arco e flecha, diferente de outros esportes, não tem a sua história definida. Isso porque os primeiros achados desses instrumentos ultrapassam os 25 mil anos de idade. O arco e a flecha eram usados como armas para a sobrevivência da espécie humana, servindo como defesa e para a caça.

Dos tempos bíblicos até o século XVI, o arqueirismo foi poucas vezes visto como um esporte, tendo sido usado para tal fim apenas em jogos olímpicos gregos, em festividades egípcias, assírias, babilônicas e, mais tarde, nos jogos romanos realizados no Coliseu.

Em outras culturas, o arco e a flecha eram usados como armas de guerra, sendo que a primazia europeia nesses instrumentos vinha da Inglaterra. A lenda inglesa sobre um arqueiro mais conhecida até hoje é a de Robin Hood, que roubava dos ricos para distribuir entre os pobres. Os ingleses usavam o arco-longo e as flechas emplumadas e foi com essas flechas que os arqueiros dos barões forçaram o Rei João a assinar a Magna Carta, em 1215, limitando os poderes reais.

O primeiro livro didático sobre o arqueirismo, o Toxophilus, foi escrito em 1545 pelo inglês Robert Ascham, instrutor da Rainha Elizabeth. Nessa época, todos os ingleses eram obrigados a terem um arco e flechas sempre à mão, de acordo com éditos baixados pelos reis da Inglaterra. Assim, sempre haveria uma milícia armada a espera dos inimigos vikings, normandos ou qualquer outro que tentasse invadir aquele país. Para que houvesse uma divulgação do arqueirismo, a Coroa promovia constantemente torneios nacionais e regionais nos condados, sendo que os vencedores ganhavam honras de heróis e favores da realeza. Porém, com a chegada da pólvora, que havia sido descoberta pelos chineses em 1126, o arco e a flecha tornaram-se armas obsoletos.

Agora, o arqueirismo continuou o seu caminho apenas como esporte, e sendo muito apreciado tanto pelos populares quanto pela aristocracia inglesa. Em 1828, o esporte chegou aos Estados Unidos, onde se tornou muito popular, mais até que na Inglaterra. Arcos mais modernos e materiais para as flechas foram desenvolvidos, tornando os instrumentos mais acessíveis a qualquer camada social.

No Brasil, o esporte não é muito popular, sendo considerado elitista, pois os seus instrumentos ainda são caros por aqui. O primeiro povo a utilizar o arco e a flecha em terras tupiniquins foram os índios que, a princípio, faziam os seus arcos com irí (ou airí), uma madeira fibrosa e elástica de palmeira. As flechas eram feitas à mão e tinham penas de peru colorida ou não na sua extremidade. Até hoje os instrumentos usados pelos esportistas novatos brasileiros são os mesmos usados pelos indígenas.

Com o desenvolvimento de novos materiais, o arco e a flecha foram se aperfeiçoando. Vieram os arcos feitos de aço com flechas de tubo de aço, de alumínio temperado e as de carbono-alumínio. Essas últimas flechas são as preferidas de muitos arqueiros profissionais, pois são muito resistentes, têm um vôo preciso e oferecem equilíbrio quase perfeito.

Atualmente, os arcos são laminados de fibra de vidro madeira e carbono com o corpo em alumínio e magnésio. As cordas dos arcos, muito importantes, também evoluíram. O que antes era feito com linha crua encerada ou de linho, hoje é feito com um novo material sintético, o fio de Fast Flight, um poliéster inextensível. Para acertar a mira, são usados aparelhos sofisticados como as miras telescópicas e as elétricas.

O arqueirismo é um esporte elegante, bonito e sofisticado e pode ser praticado em vários lugares. Se você se interessou por ele, saiba onde praticar arco e flecha:

–  SNIPER – Associação de Tiro Esportivo: Rua Santos Pereira, 164 – Franca/SP. Site www.offroadbrasil.com.br. Telefone: (16)3772-8477.

– Sigma 3 Tiro com Arco: Stand – Conjunto Constancio Vaz Guimarães. Telefone: (11)3785-5757.

– SEP – Sociedade Esportiva Palmeiras: Rua Turiassú, 1840 – São Paulo/SP. Telefone: 3873-2111.

– Clube Esperia: Rua Santos Dumont, 1313 – São Paulo/SP. Telefone: (11)2223-3300.

– Clube dos Ingleses: Rua Santa Catarina, 127 – Santos/SP.. Telefone: (13)3028-0650.

– CMC – Círculo Militar de Campinas: Av. Getúlio Vargas, 200 – Campinas/SP. Telefone: (19)3743-4800.

– Arqueiria Ibirapuera: Rua Joaquim Távora, 1545 – São Paulo/SP. Site: www.arqueiria.com.br. Telefone: (11)5083-3454.

– AABB Ribeirão Preto: Av. Portugal, 3035 – Ribeirão Preto/SP. Telefone: (16)3965-1397.

Agora que você já sabe onde praticar arco e flecha, faça a sua inscrição e pegue os seus instrumentos!

Top