Olimpíadas nas redes sociais, atletas

Olimpíadas nas redes sociais, atletas

Seja pelo celular, notebook, netebook, tablet, ou em um computador qualquer, as pessoas estão cada vez mais conectadas com o mundo digital. Para quem…

Por Élida Santos em 30/07/2012

As redes sociais também fazem parte dos Jogos Olímpicos (Foto: Divulgação)

Seja pelo celular, notebook, netebook, tablet, ou em um computador qualquer, as pessoas estão cada vez mais conectadas com o mundo digital. Para quem é famoso, ter um perfil nas redes sociais representa uma proximidade com seu público, o que nem sempre é muito bom e pode ser suscetível a uma exposição exagerada e desmedida. Os atletas, por exemplo, já caíram nas armadilhas dessas ferramentas via web.

Entre os jogadores de futebol que acabaram falando demais nas redes sociais podemos citar alguns atletas do elenco do Santos (Neymar e companhia), que chegaram a discutir com torcedores online. Quem também perdeu a paciência foi Ronaldo, que trocou farpas com jornalistas e até colegas de profissão via a sua página pessoal em um microblog.

Confira também: Aplicativos para Acompanhar as Olimpíadas 2012

A expectativa é que nos Jogos Olímpicos, que está acontecendo em Londres (Inglaterra), algum dos atletas concentrados na Vila Olímpica acabe causando algum constrangimento via Twitter, Facebook ou até mesmo com fotografias encaminhadas por e-mail. Muitos acham que só uma questão de tempo para que os escândalos apareçam nas redes sociais.

Atletas Olímpicos na Rede Mundial de Computadores

Em entrevista ao jornal norte-americano, Dan Durbin, diretor da Annenberg Institute of Sports, Media & Society, da Universidade de Southern California, declarou que as centenas de atletas (que possuem páginas ativas na internet e publicam informações periódicas) juntos na Vila Olímpica poderão ser um problema para os Jogos Olímpicos, já que será inevitável que algum tipo de controvérsia apareça nas redes sociais e ganhe repercussão internacional. Para Durbin, seria uma surpresa se nada disso acontecesse durante o período de competições.

A maior parte dos atletas está ativo nas redes sociais (Foto: Divulgação)

Saiba mais sobre: Medalhas do Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012

Crescimento das redes sociais de Pequim até Londres

De acordo com o USA Today, as redes sociais aumentaram o seu legado desde os Jogos de Pequim, em 2008. Segundo a publicação, são 400 milhões de posts no Twitter diariamente, relatando os mais variados assuntos. Além disso, houve mais posts em um único dia sobre a Olimpíada na semana passada do que durante todo o evento na capital chinesa, o que demonstra uma repercussão maior nesse tipo de rede.

Apesar das declarações “ansiosas” por “escândalo” durante a competição em Londres de tablóides e demais publicações e agências de comunicação, o Comitê Olímpico Internacional (COI) orienta os atletas em relação às redes sociais, sem tirar sua liberdade de expressão e individualidade de cada um. A grande preocupação do comitê é com relação aos patrocinadores oficiais da Olimpíada.

O COI coloca como regra a não publicação de comentários com fins comerciais, para que não conflitos com relação aos patrocinadores oficiais do evento. Além disso, os posts devem ser escritos em “primeira pessoa”, em formato de diário, expressando somente a opinião do atleta e não deixando dúvidas de que aquela publicação partiu de um principio individual, sem relação com a organização do evento. Caso contrário o atleta poderá perder sua credencial ou sofrer outros tipos de punições.

Top