Óleos de tratamento para os cabelos

Óleos de tratamento para os cabelos

O tratamento a base de óleos essenciais se destaca entre os diversos produtos para os cabelos. Essa forma de cosmético deve ser utilizada de…

Por Editorial MDT em 08/04/2012

O óleo de Argan é uma das opções de produtos para melhorar a saúde dos fios.

O tratamento a base de óleos essenciais se destaca entre os diversos produtos para os cabelos. Essa forma de cosmético deve ser utilizada de maneira correta, principalmente em relação à quantidade e ao local de aplicação.

Tipos de óleos:

  • Manteiga de Karité e óleo de mamona ou rícinio: são os mais gordurosos e se mantêm na superfície dos fios. É indicado para todos os tipos de cabelo;
  • Óleos de girassol, abacate e amêndoas: são absorvidos de forma rápida e servem para todos os tipos de cabelo.
  • Óleos de semente de uva e coco: são mais leves, e são absorvidos rapidamente pelos fios sem deixar nenhum resíduo. Pode ser aplicado em qualquer tipo de cabelo;
  • Óleo de extrato de jojoba: é considerado o mais leve entre os vários tipos de óleos encontrados no mercado. É utilizado em qualquer tipo capilar;
  • Óleo de Argan: é indicado para cabelos grossos e muito grossos (cacheados, ondulados e crespos).

São diversos os tipos de óleos que podem ser utilizados no couro cabeludo.

Como devem ser aplicados e quais os benefícios para os cabelos 

1. Os óleos podem ser aplicados na raiz, pois ajudam a regular a produção de sebo no couro cabeludo. Modo de aplicação:

  • Cabelos finos: para pessoas que têm cabelos mais finos, a aplicação deve ser feita da raiz para as pontas;
  • Cabelos médios ou grossos: devem ser aplicados do comprimento em direção as pontas;
  • Cabelos muito grossos: o óleo deve ser aplicado do couro cabeludo até as pontas. 

2. O óleo de Argan é uma substância pegajosa e difícil de remover dos cabelos finos:

  • É necessário lavar várias vezes para que saia totalmente;
  • É indicado para cabelos cacheados;
  • Perfuma, dá brilho e deixa os cabelos maleáveis.

3. Nos cabelos mais leves, o óleo deve ser aplicado com os fios secos e apenas nas pontas:

  • Massageie bem devagar até a raiz;
  • Em seguida o cabelo deve ser escovado da raiz até as pontas;
  • O óleo deve permanecer de 15 a 20 minutos no cabelo;
  • Depois os fios devem ser lavados para retirar totalmente o óleo.

4. O óleo de mamona (rícinio) é ótimo para o crescimento dos cabelos e força dos fios.

  • Trata-se de um óleo muito forte para ser aplicado diretamente nos fios;
  • O ideal é aplicar nas sobrancelhas e nos cílios com o auxílio de um cotonete antes de dormir, ajuda no fortalecimento e crescimento.

5. Aplicar o óleo morno faz com que os nutrientes penetrem profundamente.

  • Massagear o couro cabeludo com o óleo ajuda a combater a caspa, perda de cabelo e coceira;
  • Pode ser aquecido no forno microondas e deve ser massageado em movimentos circulares com as pontas dos dedos na cabeça; 

6.  Uso de óleo depende de quantas vezes os cabelos são lavados:

  • Cabelos finos e oleosos, que são lavados diariamente, podem ser tratados uma vez por semana;
  • Os cabelos mais grossos, lavados de 1 a 2 vezes por semana obtêm resultados quando o óleo é aplicado 1 vez por mês;
  • O risco da aplicação de óleos é que quando não lavados os cabelos corretamente, pode acumular no couro cabeludo e pesar nos cabelos.

7.  Durante a gravidez, óleos derivados de nozes, amendoin e pinhão devem ser evitados, pois podem ser perigosos.

  • Esses tipos estragam mais rápidos e merecem atenção redobrada na hora da compra quanto ao prazo de validade.

Utilize óleos para cabelo e veja como os fios ficam muito mais bonitos.

É importante escolher um óleo que melhor se adapte ao seu tipo de cabelo. Usar de maneira incorreta pode atrapalhar na eficácia e não trazer o resultado esperado. Portanto, siga nossas digas para utilizar esses produtos da melhor forma possível.

Top