Objetos de manicure: como higienizar corretamente

Fazer as unhas em casa não é sinônimo de estar livre dos perigos de higiene oferecidos nos salões de beleza. A má conservação dos…

Por Editorial MDT em 16/12/2012

Fazer as unhas em casa não é sinônimo de estar livre dos perigos de higiene oferecidos nos salões de beleza. A má conservação dos objetos de manicure e também a higienização inadequada dos mesmos, pode predispor a proliferação de bactérias. Pensando nisso, selecionamos dicas de como higienizar corretamente os objetos de manicure, seja no salão ou em casa. Confira as dicas.

Os alicates devem ser esterilizados. (Foto: divulgação)

Perigos da falta de higiene dos objetos de manicure

Nos salões de beleza ou em casa, fazer as unhas nem sempre significa estar livre de contaminações com bactérias e fungos. Afinal, a falta de higiene e a má conservação dos materiais de manicure pode ser um canal para a proliferação desses microorganismos causadores de doenças. Emprestar a lixa de uma amiga e outros gestos que estão sempre presentes pode trazer outros microorganismos para o sua nécessárie.

O uso de materiais não esterilizados aumenta o risco de contaminações por fungos e bactérias, que podem causar micoses e outros processos inflamatórios nas unhas. Para prevenir esses problemas é preciso ter alguns cuidados de higiene com cada objeto de manicure.

As lixas de unha não devem ser reeutilizadas por outras pessoas. (Foto: divulgação)

Veja também produtos que toda manicure deve ter 

Como higienizar corretamente objetos de manicure

1. Alicates: para acabar com as bactérias dos alicates eles devem passar pelo processo de autoclavagem, ou seja, esterilização dos mesmos. Para quem faz uso caseiro desse objeto a limpeza pode ser feita com álcool 70 e deve ser fervido em seguida. Não se esqueça de enxugar bem para guardar;

2. Lixas: jamais utilize lixas de outras pessoas, pois os fungos podem ser transmitidos através delas. O ideal é utilizar lixas descartáveis, para evitar a contaminação com as micoses. Nesse caso, a higienização não é válida;

3. Tesoura de unha: assim como os demais objetos de metal, a tesourinha deve ser esterilizada ou lavada com água e sabão e álcool 70. Esse cuidado é muito importante para evitar as contaminações. Em caso de salões, certifique-se de que o material foi realmente esterilizado;

4. Lixa de pé: as lixas de pé devem ser guardadas em locais secos, já que o armazenamento em locais quentes e úmidos são perfeitos para a proliferação de bactérias, fungos e outros microorganismos. O ideal é guardá-la dentro de uma caixinha ou nécessaire longe da luz, umidade e calor;

5. Palitinhos: os palitinhos de madeira não devem ser reutilizados, pois são propícios para a proliferação de bactérias. O ideal é optar por palitinhos de metal esterilizados, pois assim ficam livres das bactérias.

As tesouras de unha devem ser esterilizadas ou lavadas em casa com água, sabão e álcool 70. (Foto: divulgação)

Veja também unhas saudáveis, cuidado com as unhas 

Os objetos de manicure devem ser muito bem higienizados para o uso, tanto em salões de beleza quanto em casa. Para os salões, onde os objetos entram em contato com várias pessoas o único método é a esterilização. A higiene caseira pode ser feita com água, sabão e álcool 70. Cuide bem dos seus materiais e também da sua saúde.

Top