O sal na alimentação das crianças

A preocupação com a alimentação já deve existir desde a infância. Isso porque, quando há uma dieta equilibrada e saudável, é possível prevenir doenças…

Por Editorial MDT em 12/06/2012

O sal é um vilão em qualquer fase da vida.

A preocupação com a alimentação já deve existir desde a infância. Isso porque, quando há uma dieta equilibrada e saudável, é possível prevenir doenças desde os primeiros anos de vida. Confira algumas informações sobre como deve ser a alimentação dos pequenos.

Conheça os temperos naturais que podem substituir o sal no preparo dos alimentos.

Cortando o mau pela raiz

Segundo estudos, os problemas de saúde que acometem os adultos podem ter início já na infância. Tendo isso em vista, o principal coadjuvante é a alimentação infantil, e é por esse motivo que a nutrição das crianças vem sendo estudada há décadas, com o intuito de garantir uma vida saudável durante a fase adulta.

Leite materno – o alimento mais saudável

Há muito tempo que sabemos que o leite materno é essencial para a saúde do bebê, especialmente nos primeiros meses de vida. Além disso, ele garante um crescimento adequado e ainda colabora para a redução de infecções e de possíveis alergias que o pequenino possa apresentar.

A alimentação adequada desde a infância torna os adultos mais saudáveis

A pressão alta pode ser prevenida durante a infância

Após diversos estudos, realizados especialmente durante a última década, surgiu uma preocupação muito grande para com a alimentação infantil, profissionais da área puderam verificar e comprovar que a primeira fase da vida é essencial para desenvolver e manter a saúde ao longo dos anos. Além disso, eles observaram que o sal tem forte correlação com o desenvolvimento da pressão alta, ainda na infância.

Sal x Alimentação saudável

O sal é oferecido à criança logo nos primeiros meses de vida, em especial quando ocorre a introdução de sólidos na alimentação infantil. Com o desenvolvimento do paladar, a dieta do pequeno tende a ser baseada em comidas salgadas, de modo que, com o passar dos anos, ele tende a ingerir uma quantidade de sal superior a dose diária recomendada; aumentando ainda mais a chance de desenvolver pressão alta já na infância.

Excesso de peso

Além da alimentação rica em sal, estudos comprovaram que crianças que possuem uma dieta com excesso de proteínas ou que tendem a ganhar peso facilmente, possuem maior tendência em desenvolver:

  • Distúrbios metabólicos;
  • Alterações genéticas;
  • Patologias graves durante a fase adulta.

A alimentação infantil deve ser equilibrada e saudável

Como foi percebido, a alimentação infantil é extremamente importante para que se tenha uma vida adulta livre de doenças. Dessa forma, é preciso ficar atento à quantidade de sal ingerida pela criança, além de avaliar se a dieta do pequeno encontra-se equilibrada. Tornar essa atitude um hábito, pode fazer com que a futura geração seja muito mais saudável.

Saiba mais sobre os cuidados necessários ao consumir sal.

Top