O que leva o Vasco a liderar o Brasileirão após 24 rodadas

Saiba os fatores que ajudaram a equipe vascaína a ultrapassar o Corinthians e assumir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro

Problema de saúde de Ricardo Gomes uniu ainda mais o elenco vascaíno

Saiba os fatores que ajudaram a equipe vascaína a ultrapassar o Corinthians e assumir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro

 

Depois de bater na trave em três oportunidades, o Vasco venceu a ansiedade, superou o Corinthians na pontuação e alcançou a liderança do Brasileirão após vinte e quatro rodadas percorridas.

O curioso na campanha vascaína é que, ao contrário da maioria dos clubes que conquistam o título da Copa do Brasil no primeiro semestre e praticamente descartam o Campeonato Brasileiro, a equipe cruzmaltina afirma desde o início que o objetivo sempre foi levantar mais um troféu no final do ano. Mas qual o segredo do novo líder do Brasileirão?

Aproveitamento recente

Nas últimas nove rodadas, o Vasco da Gama venceu cinco partidas, empatou três e perdeu apenas uma. Com os 18 pontos somados, a equipe de São Januário conquistou neste período um aproveitamento de 66,6%, que levou o time do quarto lugar à liderança do torneio. Se comparar ao desempenho do ex-líder Corinthians, o Vasco ganha de goleada. Nos últimos nove jogos que fez, o Timão conquistou apenas 37% dos pontos disputados.

O drama de Ricardo Gomes

Desde o dia 28 de agosto, jogadores, diretores e membros da comissão técnica conviviam com a angústia pela internação do técnico Ricardo Gomes, que sofreu um AVC hemorrágico, mas teve alta do hospital no último domingo. Porém, o problema ocorrido com o treinador não afetou o desempenho do time em campo. Pelo contrário, parece que o fato deu ainda mais força ao elenco vascaíno para seguir em busca do título brasileiro. No domingo, por exemplo, o presidente Roberto Dinamite falou para o site oficial do clube e deu uma ideia do quanto todos estão mobilizados em vencer por Ricardo. “A melhora do Ricardo é fruto da competência médica e, ao mesmo tempo, da comoção dos vascaínos e torcedores brasileiros, que rezaram pela recuperação desse grande homem, grande caráter e grande amigo que é o Ricardo Gomes. Estou duplamente feliz com a vitória do Vasco e com a recuperação dele. Estaremos juntos nessa caminhada”, declarou o presidente e ídolo vascaíno.

Leia Também:  Santos divulga lista de convocados para o Mundial de Clubes no Japão

Elenco de qualidade

O número de opções e a qualidade do grupo de jogadores vascaíno têm feito a diferença no Brasileirão, um torneio longo e que requer a utilização de uma grande quantidade de atletas por conta de lesões e suspensões. Do time campeão da Copa do Brasil, o Vasco negociou apenas o lateral-esquerdo Ramón, que atualmente defende o Corinthians. O fato de manter o elenco e ainda ter se reforçado com alguns atletas, entre eles, o meia Juninho Pernambucano, tem sido fundamental na campanha do time carioca. Para se ter uma ideia, mesmo não podendo contar em diversas rodadas com os meias Felipe e Juninho e com o atacante Alecsandro, todos por contusão, o time da colina não perde em qualidade e quem entra tem dado conta do recado.

Fator casa

Definitivamente, o Vasco fez do estádio de São Januário um legítimo Caldeirão. Das 12 partidas feitas em casa neste Brasileirão, o Vasco conquistou oito vitórias, três empates e foi derrotado uma única vez. Com o alto aproveitamento de 75%, a equipe cruzmaltina sabe impor seu ritmo quando atua em casa e não dá chances para os adversários.

Top