O que fazer em casos de cheque sem fundo

Com o aumento das compras motivadas pelo recebimento do décimo terceiro salário os consumidores muitas vezes gastam mais dinheiro do que possuem, nesses casos…

Preencha o cheque com a data de compensação (Foto: Divulgação)

Com o aumento das compras motivadas pelo recebimento do décimo terceiro salário os consumidores muitas vezes gastam mais dinheiro do que possuem, nesses casos as faturas de cartão de crédito são pagas em atraso, ou até mesmo não são pagas por falta de verba para isso. O mesmo acontece com os cheques sem fundo. O lojista que aceita um cheque que eventualmente não possui saldo para ser compensado pode apresentá-lo no cartório após duas tentativas de depósito que foram frustradas pela falta de fundos. Enquanto o cliente não efetuar o pagamento do cheque o nome dele estará na lista de mal pagador.

O cheque é um método de ter crédito mesmo sem dinheiro. Usa-se muito a modalidade pré-data, que não é reconhecida oficialmente pelo banco, que compensa o cheque a partir da data de seu preenchimento. Geralmente as pessoas realizam anotações nos cheques com a data combinada com o credor, mas o cheque é preenchido com a data atual, sendo assim, se o credor cometer um equívoco e depositar o cheque na data em que o cheque foi preenchido e não na data combinada com o cliente, e tiver dinheiro na conta, ele será compensado. Por isso para evitar surpresas desagradáveis, preencha o cheque com a data que você combinou com o seu credor.

Estar com o nome negativado não é bom negócio (Foto: Divulgação)

Quando você tira um estrato e verifica que o cheque foi devolvido pelo motivo 11, ou seja, cheque sem fundo, é necessário contatar o credor para que ele não realize o depósito novamente, pois se o cheque for devolvido duas vezes além do cheque ser protestado pelo banco o credor pode apresentá-lo em cartório. Para regularizar um cheque já foi devolvido duas vezes é necessário pagar o cheque junto ao credor, ou ao cartório se o credor tiver protestado o cheque em cartório, e apresentar ao banco, que por sua vez, irá cobrar uma taxa para tirar o seu nome do cadastro de devedores.

Não passe cheque se não tiver como cobri-lo (Foto: DIvulgação)

Para evitar ficar com o nome negativado para compras a prazo em todo comércio filiado ao Serasa (Serviço de Consulta a Pendências e Protestos Exclusivo para Empresas) e o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) é preciso calcular muito bem como e onde irá gastar o seu dinheiro, para não deixar de pagar a contas que você assumiu durante as compras.

Top