“O que eu criei ficou abominável”, diz criador do primeiro videogame

Em entrevista ao The Salt Lake Tribute, Ralph H. Baer, 89, criador do videogame Magnavox Odyssey, mostrou todo o seu descontentamento com a atual…

Em entrevista ao The Salt Lake Tribute, Ralph H. Baer, 89, criador do videogame Magnavox Odyssey, mostrou todo o seu descontentamento com a atual geração de consoles, que hoje é dominada por Microsoft, Sony e Nintendo.

Para quem não conhece,  o Magnavox Odyssey foi lançado cinco anos antes do Atari 2600 chegar e dominar as lojas do mundo inteiro. O videogame criado por Ralph era tão rudimentar, que um jogo pertencente ao catálogo do Magnavox inspirou os criadores do clássico Pong.

Na entrevista, Ralph H. Baer mostra todo o seu repúdio em relação aos atuais jogos. Para ele, os lançamentos atuais são violentos. Ironicamente, Ralph ainda criou o primeiro periférico em forma de arma.

“Penso que é uma desgraça,” disse Ralph. “O que eu criei ficou abominável. Pode ver o mesmo na música, literatura e arte. Aliás, em qualquer forma de arte.”

Mesmo descontente, Ralph mostra certo alívio por ter criado tudo isso no lugar de outra pessoa.

“Ninguém percebeu, nem mesmo naquela altura, que estávamos nesta curva geométrica… Que iria direto para o céu. Foi imprevisível; foi fantástico. Estou satisfeito que isso tenha acontecido. E se não tivesse começado, alguém teria feito.”

Top