O que as escolas podem ou não cobrar na lista de materiais

Faltam poucos dias para começar o ano letivo e os pais já estão se empenhando na compra do material escolar. As papelarias e lojas…

Faltam poucos dias para começar o ano letivo e os pais já estão se empenhando na compra do material escolar. As papelarias e lojas especializadas já apresentam as principais novidades, principalmente no que diz respeito a cadernos, fichários, agendas, estojos e mochilas.

A compra de material escolar requer cuidados. (Foto:Divulgação)

De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os produtos de papelaria tiveram um aumento de 7,6% nos preços. Este acréscimo pode acabar encarecendo a lista de material escolar, por isso é importante ter atenção na hora de fazer a compra.

Além de pesquisar bem os preços para fazer economia, os pais devem ficar atentos ao que as escolas podem ou não cobrar na lista de materiais. Algumas instituições fazem exigências que são consideradas impróprias pelo PROCON, órgão de defesa do consumidor.

Saiba mais: Material Escolar da educação infantil 2013

O que pode ter na lista?

A escola deve incluir na lista de material escolar os itens que serão utilizados nas atividades diárias do aluno, como papel sulfite, giz de cera, caderno, lápis de cor, tinta guache, massinha de modelar, caneta, borracha, entre muitos outros. A quantidade deve ser proporcional a que será utilizada durante o ano todo.

O que NÃO pode ter na lista?

A escola não pode incluir na lista itens de uso coletivo. (Foto:Divulgação)

A escola não pode incluir na lista itens de uso coletivo, como produtos de limpeza e higiene. As taxas para suprir despesas de água, luz e telefone também não podem ser cobradas dos pais.

O PROCON também considera inapropriado exigir produtos de determinadas marcas na lista de material escolar. Este tipo de exigência pode dificultar a vida dos pais que estão poupando gastos. A instituição de ensino também não pode impor uma papelaria para fazer a compra.

Dicas para comprar material escolar

Antes de comprar material escolar, é necessário fazer uma pesquisa. (Foto:Divulgação)

Veja a seguir algumas dicas para comprar material escolar, visando a economia e a qualidade dos produtos:

1. Antes de ir às compras, os pais devem verificar os materiais do ano anterior que podem ser reaproveitado;

2. Se a lista apresentar itens desnecessários, os pais devem questionar a escola para entender a real utilidade de cada produto;

3. Para aproveitar as melhores ofertas, é importante pesquisar em diferentes lojas, inclusive na internet;

4. O preço do material escolar pode ser reajustado com a volta às aulas se aproximando, por isso é importante comprar com certa antecedência;

5. Na hora de comprar material escolar, os pais devem deixar as crianças em casa. Se os baixinhos vão junto à papelaria, eles podem acabar encarecendo a lista com os seus desejos;

6. Reunir um grupo de pais para fazer a compra de material escolar no atacado também é uma forma interessante de poupar gastos.

Veja também: Material escolar: dicas para pesquisar preços

Top