O que a overdose causa no organismo

O organismo humano é uma máquina espetacular, capaz de se organizar de forma surpreendente para sobreviver mediante as situações mais extremas. Infelizmente, sua capacidade…

Por Editorial MDT em 11/03/2013

O organismo humano é uma máquina espetacular, capaz de se organizar de forma surpreendente para sobreviver mediante as situações mais extremas. Infelizmente, sua capacidade e velocidade em metabolizar algumas substâncias, de forma que possam ser excretadas do corpo, é limitada e pode estar afetada em determinados indivíduos. O abuso de doses cavalares de remédios ou drogas ilícitas é capaz de levar o paciente a um estado gravíssimo, que pode ser fatal. Saiba mais sobre o assunto e entenda o que a overdose causa no organismo.

Confira a lista de famosos que morreram por overdose.

Na overdose intencional a pessoa tem consciência dos riscos à saúde. (Foto: divulgação)

O que acontece num organismo com overdose

A overdose ocorre quando uma pessoa acaba consumindo determinado tipo de substância em uma dose que o organismo é incapaz de suportar. O principal órgão afetado é o fígado, responsável por recolher todos os elementos indesejados do organismo e metaboliza-los, isto é, transformá-los em outra substância menos nociva e mais hidrossolúvel, para que possa ser excretada através da urina com maior facilidade.

O problema é que quando ocorre o consumo exagerado de uma substância química como fármacos, álcool ou drogas ilícitas, o fígado acaba sendo incapaz de eliminar todos os compostos maléficos na mesma velocidade com que são absorvidos pelo corpo. O resultado é uma intoxicação, que em situações graves, como na overdose, costuma estar associada à depressão do sistema nervoso central e parada cardiorrespiratória, que levam o paciente a óbito.

Tipos de overdose

A overdose é classificada em duas categorias:

  • Overdose intencional: geralmente é decorrente do abuso de drogas e se dá quando a pessoa tem consciência de que a ingestão excessiva de determinada substância vai prejudicar a saúde, mas mesmo assim continua consumindo-a.
  • Overdose não intencional: normalmente esse tipo de problema ocorre como resultado da dosagem inadequada de algum medicamento, como consequência da automedicação.

A automedicação é um problema que pode causar a overdose. (Foto: divulgação)

Efeitos da overdose

Normalmente os efeitos da overdose costumam variar de um paciente a outro, e o quadro sintomático é muito dependente do tipo de substância envolvida, da quantidade ingerida e das formas de uso. Podem ocorrer sinais e sintomas agudos e crônicos, dentre os quais os mais comuns são:

  • Agitação;
  • Sudorese fria;
  • Delírios;
  • Taquicardia;
  • Hipertensão arterial;
  • Arritmia cardíaca;
  • Febre alta;
  • Convulsões;
  • Intensa dor no peito.

Saiba mais sobre a overdose de analgésicos.

A overdose causa depressão do sistema nervoso central e parada cardiorrespiratória. (Foto: divulgação)

A overdose é um quadro grave, que coloca em risco a vida do paciente e que, por isso, necessita receber uma avaliação médica imediata. Esse problema não precisa ser necessariamente causado por substâncias ilícitas e pode ocorrer devido a ingestão de doses inadequadas de medicamentos, secundários à automedicação.

Top