O Menos é mais na Moda

Quando as pessoas se deparam com uma roupa que é, aparentemente, sem nenhum detalhe e com um corte bem simples, elas pensam que essa…


Menos é mais

Quando as pessoas se deparam com uma roupa que é, aparentemente, sem nenhum detalhe e com um corte bem simples, elas pensam que essa peça não precisou de um designer ou uma costureira e suas técnicas de acabamento impecáveis. Essas peças deram nome ao Minimalismo dos anos 1990, este novo estilo propõe uma estética mais atemporal, refinada e austera.

A década de 1980 foi um período “do muito”, era tudo um exagero e com muita coisa acontecendo ao mesmo tempo nos looks. Com base nesses erros cometidos na década anterior, os anos 1990 quiseram se redimir através de uma estética mais abafada, contida e intelectualizada. Essa estética minimalista proposta pelos designers da época, veio para acalmar os ânimos e pôr um fim no exibicionismo exagerado, por meio de sua funcionalidade.

Os designers minimalistas se diferenciavam de todos os outros, por seguirem uma linha clássica em suas criações. A elegância da alfaiataria masculina foi adaptada à feminina, com algumas sutis diferenças, em especial nas cores que foram suavizadas. O ponto principal era, de fato, o corte das peças, por isso eliminou-se adornos e enfeites que não eram mais necessários.

A nova estética era assinada por Jil Sander, seus croquis e desenhos da década expunham a capacidade que era necessária para que suas coleções fossem produzidas, e mesmo dispensando tudo aquilo usado como ornamentos suas peças chamavam a atenção. A arquitetura também estava presente nas criações de Jil Sander, além de linhas simples.

Além de Jil Sander, que traz em suas coleções obras-primas minimalistas até hoje, vemos essa estética também em Calvin Klein. Foi citado como mestre do Minimalismo na década de 1990, e abraça a proposta do “menos é mais” da moda. Suas roupas ficaram conhecidas pelo corte limpo e simples e linhas bem definidas, além de tecidos refinados e cortes sem formas.

Leia Também:  Bolsas Calvin Klein femininas 2012

Ambas as marcas são as principais nessa estética minimal que está presente nos dias de hoje, e conseguem atrair cada vez mais adeptos do seu slogan. Suas campanhas de divulgação também entram no clima e são sempre bem clean. Menos é mais, sempre.

 

Top