O iPad 2 e o iPhone 4S foram finalmente desbloqueados

Destravar um aparelho significa quebrar os impedimentos de uso que seu fabricante impõe para os usuários por meio de softwares. No caso do iPhone…

Por Redacao em 28/12/2011

ARM A5, o processador do iPhone 4S e do iPad 2 / Divulgação

Destravar um aparelho significa quebrar os impedimentos de uso que seu fabricante impõe para os usuários por meio de softwares. No caso do iPhone o do iPad, por exemplo, a Apple impede que você baixe e instale aplicativos de qualquer outro lugar senão da sua própria loja. E, diga-se de passagem, ela não conta com aplicativos para todos os gostos e nem oferece os melhores preços.

Embora as demais versões o iPhone e o primeiro iPad já tivessem sido desbloqueados logo após o lançamento no novo sistema operacional, o iPad 2 e o iPhone 4S ainda não haviam o sido. Eles contam com o novo processador A5 e, por conta disso, os métodos aplicados nas versões anteriores não funcionavam com eles.

Nesta terça-feira, o grupo de hackers Dev-Team liberou uma versão permanente da destrava dos aparelhos. Ou seja, que conserva os seus dados mesmo depois de o aparelho for desligado. Vale lembrar que a destrava não é permanente porque o sistema está sujeito a atualizações.

Nós ainda não testamos se a nova destrava é realmente eficiente. No entanto, os arquivos necessários para o processo já podem ser baixados no blog oficial do Dev-Team. Recomendamos que você tenha o conhecimento necessário para realizar o procedimento por sua própria conta.

Top