O Cigarro e os Problemas Respiratórios em Crianças

Segundo a Fundação Britânica para o Pulmão, 17 mil crianças por ano, com menos de cinco anos, recebem tratamentos médicos devido à exposição de…

Segundo a Fundação Britânica para o Pulmão, 17 mil crianças por ano, com menos de cinco anos, recebem tratamentos médicos devido à exposição de fumaça de cigarro.

De acordo com Steve Ryan, diretor do Hospital Alder Hey, em Liverpool, muitas doenças como, por exemplo, a bronquite, asma e infecções nos ouvidos diminuiriam se os pais deixassem de fumar ou de expor seus filhos ao cigarro.

Segundo o diretor do hospital, 6% das crianças que passam pelo seu hospital precisam receber tratamento médico por causa do tabagismo dos pais.

Muitas crianças acabam sendo fumantes passivas devido aos pais que fumam perto delas.

Uma grande preocupação segundo o médico é o risco que as crianças correm quando os pais fumam dentro do carro, e elas ficam confinadas a fumaça concentrada.

Os pais fumantes tem que começar a levar a sério esse problema, pois não devem colocar a saúde das crianças em risco, visto que o cigarro não faz mal só a quem fuma, mas também aqueles que acabam ficando exposto a sua fumaça.





Este artigo possui 2 comentários

  1. fabio
    Publicado em 15/09/2014 às 2:53 PM [+]

    o cigarro durante a gravidez pode trazer problema respiratorio para o feto?

  2. Karla
    Publicado em 19/09/2014 às 6:11 PM [+]

    Boa Tarde Fabio tudo bom, Fumar durante a gravidez pode prejudicar o crescimento do feto dentro do útero da mãe, além de desencadear outros problemas de saúde. “Os componentes químicos do cigarro podem causar, principalmente, prematuridade, baixo peso e problemas respiratórios. Quando fuma, a mãe inala a fumaça do cigarro através dos pulmões. A fumaça, por sua vez, vai à corrente sanguínea da mulher. E como o bebê absorve as substâncias presentes no sangue da mãe, ingere o monóxido de carbono presente na fumaça do cigarro. Quando a mulher fuma, o feto “fuma” também e por isso pode ter problemas respiratórios. Outro componente que provoca danos incalculáveis à criança é a nicotina. Ela impede que os nutrientes e o oxigênio cheguem ao bebê porque estreita os vasos sanguíneos. Assim, torna-se responsável pelos problemas de desenvolvimento do feto.
    Obrigada espero ter ajudado. Boa Sorte
    Fique atento em breve novos artigos e mas novidades no nosso portal.


Top