Novo Renault Fluence

Foi apresentado pela Renault o novo sedã Fluence. Esse é o principal lançamento da marca francesa durante o ano de 2011, e que apareceu…

Foi apresentado pela Renault o novo sedã Fluence. Esse é o principal lançamento da marca francesa durante o ano de 2011, e que apareceu pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado. O veículo começou a ser vendido em fevereiro e durante esse período, todas as informações do carro foram reveladas ao público. Nesse artigo, vamos dar um breve resumo a respeito do modelo, e as suas qualidades, que não são poucas, então tenha uma boa leitura.

A começar pelo seu design: O Fluence foi desenvolvido para competir com dois modelos que já possuem um mercado aqui no Brasil, que são o Honda Civic e o Toyota Corolla. Alías, como parte de uma campanha publicitária focada especialmente nesse nicho de mercado, os donos de Corolla e Civic receberam uma mala-direta da Renault convidando-os a testar o novo Fluence, sem nenhum compromisso, bastando apenas comparecer à uma das concessionárias Renault mais próxima.

Depois de terem aprendido com os erros do Mégane, que foi lançado e não teve uma boa publicidade no início, o que prejudicou as vendas, o Fluence recebe um tratamento especial por parte da montadora, com uma forte campanha de marketing em cima do modelo. Mas vamos falar diretamente do veículo agora. A começar pela parte que dá vida ao carro: O motor.

O motor do Fluence é 2.0, pois segundo pesquisas com o consumidor, é o que eles preferem. Normalmente, o cliente aceita no mímino um carro 1.8 ou 1.6 sem pensar muito, e por isso decidiram colocar um motor 2.0 no carro. A marca oferece uma garantia de três anos ao veículo, e todas as revisões terão preços fechados, com assistência 24 horas.

Leia Também:  Carros seminovos Fiat

Existirão duas versões do Fluence aqui no Brasil: A primeira é a Dynamique, que terá câmbio manual com seis marchas e a Privilège , que terá transmissão automática com câmbio CVT, de seis velocidades com trocas sequenciais, o que já é bem conhecido do público brasileiro, já que é o mesmo câmbio do Nissan Sentra.

Os preços oficiais do Fluence, segundo o site oficial, estão a partir de R$ 59.990 a versão Dynamique, e a partir de R$ 64.990 a versão Privilège. Um preço que também é competitivo, tendo em vista os rivais Corolla e Civic. A versão mais simples do Fluence é muito bem equipada: Possui seis airbags, direção elétrica, ar-condicionado dual zone, computador de bordo, freios ABS, sistema de som decente, rodas de alumínio de 16 polegadas e sensores de luz e chuva, além de alguns outros itens de série.

Seu espaço interno é bem grande e arejado, pois tem os mesmos entre-eixos que o Civic, com 2.70 metros de largura. Mas por dentro, o Fluence é mais largo e alto. Quem é de grande estatura não terá problemas em se acomodar no veículo, pois os bancos são bem ergonômicos. Um pequeno problema é que os mostradores são inclinados, o que precisa de um pouco de costume para se sentir bem.

O teste de aceleração do Fluence também foi bem satisfatório, pois ele acelera de 0 a 100 km/h em 10.4 segundos. Semelhante ao Corolla, que acelera em 10.6 segundos. Por fim, o seu consumo está em cerca de 9.1 km/l de álcool na estrada, e nas cidades o valor cai para 7.0 km/l. Certamente, o Renault Fluence tem tudo para ser um sucesso maior que o Mégane tentou ser, e que vai ser um grande problema para a concorrência.

Leia Também:  Rodas Esportivas Usadas com Pneu

Top