Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Educação> Novo piso nacional dos professores 2012

Novo piso nacional dos professores 2012

Por Isah
MEC divulgou os valores do novo salário mínimo dos professores.

Os professores da rede pública serão beneficiados com um reajuste de salário a partir deste ano. De acordo com o Ministério da Educação, o novo piso salarial é de R$ 1.451,00, com um acréscimo de 22,22%, comparado ao valor de 2011.

O aumento salarial dos professores resultou de muitas manifestações e greves que aconteceram pelo país. O MEC buscou estabelecer uma remuneração mínima mais justa para os profissionais que atuam em benefício da educação no Brasil. O aumento pode até servir de estímulo para melhorar o desempenho dos educadores dentro da sala de aula.

Segundo a Lei do Piso, o professor que enfrenta uma jornada de trabalho igual a 40 horas por semana deve ganhar no mínimo 1.451 reais por mês. No caso se profissionais que possuem uma carga horária mis pesada, o ajuste é proporcional ao valor. Lembrando que a medida entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2012, por isso os estados e cidades que não cumpriram com o novo piso terão que pagar retroativo.

Em 2010, o piso salarial dos professores era de R$ 1.024. No ano seguinte, o valor reajustado chegou a R$ 1.187. Finalmente em 2012, a remuneração mínima exibe um acréscimo de R$264 a mais, quando comparado aos valores da folha de pagamento em 2011.

O cálculo do reajuste que vigorou este ano foi baseado nos dados do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), que leva em conta o aumento do valor mínimo por aluno.

Antes de Fernando Haddad deixar o Ministério da Educação, ele já tinha proposto o reajuste salarial para este ano. O ex-ministro busca visibilidade para concorrer a Prefeitura de São Paulo nas Eleições 2012.

Reajuste salarial dos professores em 2012

Novo piso salarial é de R$ 1.451,00, com um acréscimo de 22,22%.

Apesar da Lei do Piso estar em vigor para que exista uma quantia padrão mínima, não são todos os estados e municípios que conseguem fazer os devidos acréscimos na folha de pagamento.

Não são todos os estados que conseguem cumprir com a remuneração mínima, ou seja, o aumento do piso salarial não é repassado de maneira adequada. Várias greves já foram desencadeadas, principalmente na região Nordeste, em protesto a desvalorização dos professores. Para ter uma ideia do descumprimento da lei, vale ressaltar os municípios paraibanos que pagam uma média de 800 a 900 reais para cada docente.

O reajuste salarial já está em vigor na teoria, mas a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação planeja uma paralisação dos professores de todo o Brasil nos dias 14, 15 e 16 para que a lei seja cumprida como deve.

Já tem paralisação a vista.
Recomendado para você
Educação

Caderno do aluno 2018, respostas e gabarito

Educação

Como fazer uma síntese – Aprenda a maneira certa!

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *