Novas Regras para o Financiamento Estudantil (Fies)

Novas Regras para o Financiamento Estudantil (Fies)

Foram criadas novas regras para o Financiamento Estudantil (Fies) e uma delas que já foi anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) é que os…

Por Redacao em 01/09/2015

Foram criadas novas regras para o Financiamento Estudantil (Fies) e uma delas que já foi anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) é que os estudantes poderão ser fiadores entre si. A criação de fiadores solidários vai funcionar como uma cooperativa de crédito e começa a ter validade no segundo semestre de 2008.Através dos fiadores solidários, que são os alunos que assinarão os contratos de empréstimo entre amigos, haverá mais possibilidade reduzir as dificuldades e os entraves na concessão de financiamento.

Novas Regras para o Financiamento Estudantil (Fies)

Essas novas regras fará com que o Fies fica articulado ao Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em instituições particulares a estudantes de baixa renda. Com isso, se um estudante conseguir, por exemplo, uma bolsa parcial do ProUni de 50%, ele poderá financiar os outros 50% da mensalidade através do Fies. Ao articular os dois programas, de acordo com MEC, serve de incentivo as instituições a oferecer mais bolsas do que as exigidas pela lei do ProUni.

Outra mudança é em relação ao prazo de pagamento do Fies que foi estendido passando a ser corresponde a duas vezes o período de conclusão da graduação, ou seja, cursos de cinco anos, poderão ser pagos em dez, por exemplo. Em relação a taxa de juros do financiamento, esta foi reduzida, sendo maior a redução em carreiras consideradas prioritárias como por exemplo, as licenciaturas, pedagogia, normal superior e cursos de tecnologia.

Veja outras mudanças abaixo:

  • Teto da Renda Familiar

A nova renda limite será de 2,5 salários mínimos, diferentes de antes que era uma renda bruta de 20 salários mínimos. A justificativa da mudança é que o programa visa beneficiar famílias de baixa renda. Essa nova medida enquadra 90% das famílias brasileiras no novo modelo.

  • Cursos de Três Áreas com Prioridades

Para as áreas de engenharia, formação de professores (licenciaturas, pedagogia ou normal superior) e saúde são prioridades. Os cursos são estratégicos para o desenvolvimento do país.

  • Cursos com Notas Altas Terão Prioridades

Os cursos com notas de 5 a 4 no Sistema de Avaliação da Educação Superior serão os de prioridade. Esses terão o financiamento do Sinaes.

  • As Três Regiões com Prioridade

Os alunos matriculados na região do Norte, Norteste e Centro Oeste (com excessão do Distrito Federal). Essa medida visa diminuir a desigualdade regionais.

  • Notas Mínimas para o ENEM

Os alunos que prestarem o Exame Nacional do Ensino Médio precisarão de 450 pontos e a redação não poderá ser zerada. A medida visa aumentar no nível dos formados.

  • Universidades com Descontos para FIES

Estudantes que participam do FIES terão 5% de desconto nas univerisdades participantes.

Top