Norte-americanos dividem Nobel de Economia

Foi divulgado nesta segunda-feira (10), pela Academia Real das Ciências da Suécia, os nomes dos vencedores do Nobel de Economia: Thomas Sargent (EUA) e…

Foi divulgado nesta segunda-feira (10), pela Academia Real das Ciências da Suécia, os nomes dos vencedores do Nobel de Economia: Thomas Sargent (EUA) e Christopher Sims (EUA). A titulação merecida vem em decorrência dos trabalhos realizados compreendidos na “pesquisa empírica sobre a causa e o efeito na macroeconomia”.

Eles dividirão uma quantia de 1,5 milhão de dólares (aproximadamente R$ 2,7 milhões).

“Hoje, os métodos desenvolvidos por Sargent e Sims são ferramentas essenciais na análise macroeconômica”, comentou a Academia.

Em suas pesquisas, os pesquisadores estudaram as políticas macroeconômicas adotadas pelo governo, buscando distinguir o que é causa e o que é efeito, encontrando um meio de separar o que são choques (eventos inesperados na economia) e o que são efeitos de medidas, já que a percepção diferente desses é tão difícil.

Com os estudos foi possível entender os efeitos de mudanças sistemáticas de políticas macroeconômicas.

“Uma dificuldade em entender como a economia funciona é que as relações são muitas vezes recíprocas. É a política adotada pelo governo que influencia o desenvolvimento econômico ou há uma relação causal reversa?”, questionou a academia, dando um exemplo da funcionalidade do trabalho.

Perguntas como as seguintes puderam ser respondidas através dos métodos desenvolvidos pelos dois norte-americanos, veja:

“Como o PIB e a inflação são afetados por uma alta temporária na taxa de juros ou um corte de impostos?”

“ O que acontece se o banco central fizer uma mudança permanente em sua meta de inflação ou se o governo alterar sua meta para o orçamento?”

Thomas Sargent e Christopher Sims, ambos de 68 anos, realizaram suas pesquisas separadamente, entre as décadas de 70 e 80. O primeiro é professor na Universidade de Nova York e o segundo na Universidade de Pricenton.

Este foi último prêmio divulgado dessa edição do Nobel 2011, que começou na segunda-feira passada (3).

Top