No sufoco, Flamengo derrota o América-MG e encerra jejum de vitórias

Gol de Thiago Neves aos 43 do segundo tempo acaba com a série de dez jogos sem vitória. Mengo está próximo do G-5

Gol de Thiago Neves encerrou jejum de vitórias do Flamengo no Brasileirão

Enfim, o Flamengo voltou a sorrir, venceu o América-MG por 2 a 1, no Engenhão, e acabou com a seca de dez jogos sem vitórias. Deivid e Thiago Neves, aos 43 da etapa final, foram os goleadores flamenguistas. Kempes marcou o único tento do Coelho.

Com a vitória, o rubro-negro carioca se aproximou do G-5 do Brasileirão. Já o América segue na lanterna e está cada vez mais perto da Série B.

Coelho ousado

Na ânsia de acabar com o jejum de vitórias, o Flamengo partiu para cima do América desde o início. Porém, a falta de tranquilidade na troca de passes impedia que o rubro-negro criasse chances claras de gol.

Aos 7 minutos, o Mengão chegou perto graças a uma bola parada. Renato Abreu cobrou falta com e a bola passou bem perto do gol de Neneca. Apesar da necessidade de vitória do Fla, foi o América quem criou a primeira boa oportunidade para abrir o marcador. A bola chegou aos pés de Kempes, que dominou dentro da área e bateu para bela defesa de Felipe.

Aos 20 minutos, o atacante Kempes perdeu gol incrível. O atacante recebeu a bola, driblou o goleiro, mas na hora da finalização chutou para fora.

A coisa ficou feia para o rubro-negro

Para desespero dos flamenguistas, a superioridade do Coelho em campo se resultou em gol de pênalti aos 28 minutos. Luciano recebeu dentro da área e foi derrubado. Na cobrança, Kempes bateu colocado e abriu o marcador para os mineiros.

Atrás no marcador, o Flamengo tentava criar jogadas no ataque, mas falhava nas finalizações. Aos 35, Bottinelli recebeu bom passe de Jael dentro da área, mas chutou fraco para defesa de Neneca.

Leia Também:  Thiago Heleno será operado e desfalcará o Palmeiras por quatro meses

De maneira desordenada, o Flamengo atacava, mas oferecia espaços na defesa. No fim do primeiro tempo, o América quase ampliou. O volante Amaral bateu bem e Felipe salvou o Mengão.

Thiago Neves garante a virada

O Flamengo voltou diferente para a etapa complementar e disposto a virar o jogo. Aos 11 minutos, Júnior César chutou e Neneca defendeu. Aos 16, o goleiro do Coelho não teve o que fazer. Léo Moura fez boa jogada pela direita e cruzou para Deivid cabecear sozinho e empatar tudo.

O gol renovou o ânimo dos flamenguistas que partiram com tudo para cima dos mineiros. Aos 33, Diego Mauricio partiu com a bola e finalizou para mais uma defesa de Neneca. Pouco depois, Thiago Neves bateu falta e Neneca novamente evitou o gol da virada.

Entretanto, dois minutos mais tarde Neneca fez o que pôde, mas não evitou o gol da vitória rubro-negra. Diego Mauricio bateu e Neneca pegou. No rebote, Thiago Neves finalizou, Neneca salvou de novo, mas a bola sobrou para o mesmo Thiago marcar.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David e Junior Cesar; Aírton, Maldonado (Diego Maurício), Renato, Bottinelli (Thomas), Thiago Neves; Jael (Deivid). Técnico Vanderlei Luxemburgo.

AMÉRICA-MG: Neneca, Micão, Anderson, Otávio; Sheslon (Gláuber), Leandro Ferreira, Amaral, Luciano (Rodriguinho) e Gilson; Kempes (Irênio) e André Dias. Técnico: Givanildo Oliveira.

 ÁRBITRO: Guilherme Ceretta de Lima (SP)

AUXILIARES: Fabricio Vilarinho da Silva e Carlos Nogueira Junior.

GOLS: Mário Kempes ( 29’/1°T), Deivid ( 17’/2°T), Thiago Neves ( 43’/ 2°T)

RENDA/PÚBLICO: R$ 189.130,00/ 6.886 pag

CARTÕES AMARELOS: Léo Moura (FLA)

Top