No sufoco, Flamengo derrota o América-MG e encerra jejum de vitórias

No sufoco, Flamengo derrota o América-MG e encerra jejum de vitórias

Gol de Thiago Neves aos 43 do segundo tempo acaba com a série de dez jogos sem vitória. Mengo está próximo do G-5

Por Redacao em 25/09/2011

Gol de Thiago Neves encerrou jejum de vitórias do Flamengo no Brasileirão

Enfim, o Flamengo voltou a sorrir, venceu o América-MG por 2 a 1, no Engenhão, e acabou com a seca de dez jogos sem vitórias. Deivid e Thiago Neves, aos 43 da etapa final, foram os goleadores flamenguistas. Kempes marcou o único tento do Coelho.

Com a vitória, o rubro-negro carioca se aproximou do G-5 do Brasileirão. Já o América segue na lanterna e está cada vez mais perto da Série B.

Coelho ousado

Na ânsia de acabar com o jejum de vitórias, o Flamengo partiu para cima do América desde o início. Porém, a falta de tranquilidade na troca de passes impedia que o rubro-negro criasse chances claras de gol.

Aos 7 minutos, o Mengão chegou perto graças a uma bola parada. Renato Abreu cobrou falta com e a bola passou bem perto do gol de Neneca. Apesar da necessidade de vitória do Fla, foi o América quem criou a primeira boa oportunidade para abrir o marcador. A bola chegou aos pés de Kempes, que dominou dentro da área e bateu para bela defesa de Felipe.

Aos 20 minutos, o atacante Kempes perdeu gol incrível. O atacante recebeu a bola, driblou o goleiro, mas na hora da finalização chutou para fora.

A coisa ficou feia para o rubro-negro

Para desespero dos flamenguistas, a superioridade do Coelho em campo se resultou em gol de pênalti aos 28 minutos. Luciano recebeu dentro da área e foi derrubado. Na cobrança, Kempes bateu colocado e abriu o marcador para os mineiros.

Atrás no marcador, o Flamengo tentava criar jogadas no ataque, mas falhava nas finalizações. Aos 35, Bottinelli recebeu bom passe de Jael dentro da área, mas chutou fraco para defesa de Neneca.

De maneira desordenada, o Flamengo atacava, mas oferecia espaços na defesa. No fim do primeiro tempo, o América quase ampliou. O volante Amaral bateu bem e Felipe salvou o Mengão.

Thiago Neves garante a virada

O Flamengo voltou diferente para a etapa complementar e disposto a virar o jogo. Aos 11 minutos, Júnior César chutou e Neneca defendeu. Aos 16, o goleiro do Coelho não teve o que fazer. Léo Moura fez boa jogada pela direita e cruzou para Deivid cabecear sozinho e empatar tudo.

O gol renovou o ânimo dos flamenguistas que partiram com tudo para cima dos mineiros. Aos 33, Diego Mauricio partiu com a bola e finalizou para mais uma defesa de Neneca. Pouco depois, Thiago Neves bateu falta e Neneca novamente evitou o gol da virada.

Entretanto, dois minutos mais tarde Neneca fez o que pôde, mas não evitou o gol da vitória rubro-negra. Diego Mauricio bateu e Neneca pegou. No rebote, Thiago Neves finalizou, Neneca salvou de novo, mas a bola sobrou para o mesmo Thiago marcar.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David e Junior Cesar; Aírton, Maldonado (Diego Maurício), Renato, Bottinelli (Thomas), Thiago Neves; Jael (Deivid). Técnico Vanderlei Luxemburgo.

AMÉRICA-MG: Neneca, Micão, Anderson, Otávio; Sheslon (Gláuber), Leandro Ferreira, Amaral, Luciano (Rodriguinho) e Gilson; Kempes (Irênio) e André Dias. Técnico: Givanildo Oliveira.

 ÁRBITRO: Guilherme Ceretta de Lima (SP)

AUXILIARES: Fabricio Vilarinho da Silva e Carlos Nogueira Junior.

GOLS: Mário Kempes ( 29’/1°T), Deivid ( 17’/2°T), Thiago Neves ( 43’/ 2°T)

RENDA/PÚBLICO: R$ 189.130,00/ 6.886 pag

CARTÕES AMARELOS: Léo Moura (FLA)

Top