Mulheres preferem ter chefe homem, diz pesquisa

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site de relacionamento Par Perfeito, as mulheres preferem ter gestores homens do que ter como chefe uma…

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site de relacionamento Par Perfeito, as mulheres preferem ter gestores homens do que ter como chefe uma outra mulher. Durante o levantamento, 76% das participantes responderam que gostam mais de ser mandadas por uma pessoa do sexo oposto no trabalho. Somente 24% das entrevistadas declararam preferir ter uma mulher no comando do seu espaço de trabalho em vez de um homem.

Leia mais sobre: Saiba como lidar com chefe mulher

Pesquisa aponta que mulheres preferem chefes homens (Foto: Divulgação)

Homens preferem mulheres no comando

O site de relacionamento que apontou que as mulheres preferem ter chefes homens no comando também levantou outro dado interessante: subordinados do sexo masculino, se pudessem escolher, teriam gestoras mulheres. A diferença nesse caso foi bem menor do que na pesquisa que definiu a preferência de gênero no cargo de chefia se dependesse das mulheres. No caso dos homens, 51% têm preferência por supervisoras do sexo feminino e 49% preferem receber ordens de chefes do sexo masculino.

Confira também: Festa de chefe, dicas do que usar

Já eles preferem elas no comando (Foto: Divulgação)

Estudo aponta dados sobre opção de gênero de assistentes pessoais

O estudo feito pelo portal eletrônico Par Perfeito perguntou também sobre a preferência no caso de assistente pessoal. As mulheres mais uma vez deram opinaram em direção aos profissionais do sexo masculino. Entre as entrevistadas, 53% disseram que se pudessem escolher iam querer homens como assistentes. O número indica que muitas gostam de ter em cargos abaixo do seu mulheres, mesmo preferindo homens no comando. Mesmo assim, a preferência por ter um assistente homem prevalece.

Leia Também:  Programa de trainee Arezzo 2012

Os homens também fizeram parte desse levantamento do site de relacionamento, e mais uma vez optaram por trabalhar com mulheres, mas demonstraram maior flexibilidade em aceitar “elas” como assistentes do que em cargos de chefia, pois 85% dos entrevistados responderam que gostariam de ter pessoas do sexo oposto como assistente pessoal, o que indica que boa parte dos entrevistados que optariam por homens como chefe teriam outra opinião de a função em questão fosse abaixo da sua. Os interessados em saber mais dados sobre o levantamento podem acessar o site www.parperfeito.com.br.

Top