Mulheres não cedem a cantada de policial e viram alvo de tiros

Agredir uma mulher porque ela não quis ceder as investidas realizadas pela outra parte interessada, já é demais, porém o assunto que está dando o que falar, foi bem mais grave que isso. Atirar contra um carro de uma pessoa não deixa de ser uma agressão, mas acontece que o caso fica ainda mais absurdo.

Marca de bala no carro (Foto: Divulgação)

Policial civil atira contra carro com mulheres que ele estava paquerando

Um policial civil da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) acabou sendo detido no final da madrugada da última quinta-feira (23 de janeiro), depois que ele se envolveu em uma confusão e acabou atirando contras os ocupantes do veículo.

No carro, estavam muitas garotas, e segundo relatos, o policial assediou as moças, como não teve reciprocidade, se irritou e atirou contra o automóvel. O carro estava ocupado por um homem, que estava no volante, e quatro mulheres.

Policial sendo prendido (Foto: Divulgação)

Homem agrediu verbalmente moças que estavam no carro contra o qual ele atirou

O desentendimento teve início depois que o policial falou que ia pagar para que uma das garotas entrasse no veículo dele. Com a recusa das moças, ele passou a perseguir o veículo onde estavam as meninas e efetuou disparos, sendo que um deles atingiu a lataria do veículo, mas não feriu nenhum dos ocupantes.

Uma equipe de televisão acompanhou a confusão de perto e registrou as imagens do policial, que reclamou e fez ameaças veladas ao repórter: “Se colocar a minha imagem na TV, aí é sacanagem, porque a gente trabalha junto com vocês, tem que respeitar a polícia. Se eu fiz ‘m*****’, eu vou responder, mas não precisa colocar a minha imagem na televisão”, declarou o policial que atirou no carro com as moças que não deram bola para ele.

Um amigo das meninas foi tirar satisfação com o policial que efetuou os disparos, ele o empurrou, e uma nova confusão começou. Os policias que registravam a ocorrência nada fizeram nesse momento.

Assista ao vídeo abaixo e veja o rosto desse policial que atirou contra quatro moças:

Reply