Mulheres com o Próprio Negócio

Atualmente, as mulheres estão investindo cada vez mais nos próprios negócios, segundo pesquisa realizada pelo SEBRAE e pela FIESP (Federação das Indústrias do Estado…

Atualmente, as mulheres estão investindo cada vez mais nos próprios negócios, segundo pesquisa realizada pelo SEBRAE e pela FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que aponta que, em 2009, as mulheres representavam 53% das pessoas que abriram um negócio próprio, seja por necessidade ou por escolha.

Geralmente, as mulheres optam por montarem o seu próprio negócio quando tornam-se mães, pois precisam passar mais tempo com os seus filhos. Algumas, durante a licença maternidade, começam a fazer artesanatos ou dedicam-se mais à cozinha, criando produtos incríveis que, certamente, poderiam ser vendidos.

Então, quando voltam ao trabalho, percebem que não estão se dedicando o suficiente aos seus filhos e, hoje, muitas mulheres já sabem que o carinho da mãe, principalmente nos primeiros anos, é essencial para o crescimento saudável da sua criança.

Por isso, elas optam por terem o seu negócio próprio, seja em casa ou em um estabelecimento comercial. No caso das recém-mamães citadas acima, elas podem vender os seus produtos em casa, via internet ou em uma loja física. O comércio, apesar de consumir muito tempo do seu dono, tem horários flexíveis, pois se você precisar sair, pode deixá-lo com um funcionário ou outro membro da família.

Para as cozinheiras de mão cheia, o mercado está para peixe. Como as pessoas têm vidas agitadas por conta do trabalho, do trânsito e do estudo, não conseguem cozinhar em casa. Por isso, os estabelecimentos que vendem comida pronta fazem muito sucesso, principalmente em cidades grandes como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. Para vender os seus produtos, basta colocar uma placa na frente da sua casa ou mandar fazer panfletos para serem entregues na vizinhança.

Continuar Lendo  16 de maio: Dia do Gari

Outra opção interessante para as mulheres que pretendem ter o seu próprio dinheiro é vender produtos pelas vendas diretas por catálogos como a Avon, a Natura, a Jequiti, a Tupperware entre outras. A lucratividade pode ser muito grande dependendo da sua dedicação e do seu círculo de amizades. Além de garantirem uma ótima renda no final do mês, as vendas diretas proporcionam momentos de prazer com as suas clientes, que podem se tornar grandes amigas.

O comércio preferido das mulheres são as lojas de roupas, pois elas adoram novidades. Sendo assim, investir em uma loja de roupas pode ser vantajoso. Porém, antes, é preciso verificar se o ponto de venda escolhido é bom e que tipo de público você quer atingir. Se você preferir produtos caros, o ponto não precisa ser próximo ao centro, já que as suas clientes terão carros, mas se o seu público forem as classes C, D ou E, o local ideal é o centro da cidade, onde há muito movimento de pessoas.

Algumas mulheres têm dons especiais para as artes. Desse modo, elas seriam ótimas professoras na sua especialidade. Então, se você tem um dom desses, abra uma escola em sua própria casa ou em um salão alugado. No entanto, antes de se dedicar a esse negócio, você precisa saber se é paciente o suficiente para poder ensinar os seus alunos, pois alguns deles não aprendem tão facilmente.

As mulheres, por gostarem de conversar e de fazer amigos, são ótimas comerciantes. Sendo assim, o número de mulheres com o próprio negócio tem aumentado a cada dia, pois ele propicia mais liberdade de horário e independência financeira. Entretanto, antes de começar o seu negócio, faça um estudo aprofundado para não investir o seu dinheiro no lugar errado.

Continuar Lendo  Celulares Desbloqueados Com Desconto - Modelos, Onde Comprar

 

 

Top