Mulher fica grávida por quatro anos e dá a luz a uma pedra

Uma gestação com duração de quatro anos parece ser anormal, não é mesmo? Mas, digamos, que foi isso que aconteceu com Amina Bello, de…

Uma gestação com duração de quatro anos parece ser anormal, não é mesmo? Mas, digamos, que foi isso que aconteceu com Amina Bello, de 25 anos de idade. Além da surpreendente gestação de quatro anos, mulher descobriu que no lugar de um bebê tinha uma pedra na barriga.

Mulher dá a luz a uma pedra (Foto: Divulgação)

Médicos relataram caso durante uma conferência da área da saúde

A gravidez fora do comum foi relatada durante uma conferência médica sobre problemas na vesícula no Yola Specialist Hospital. A própria nigeriana que ficou grávida por quatro anos contou a sua história.

“Eu estava grávida havia quatro anos. Em junho do ano passado eu comecei a sentir as dores do parto. Fiquei assim por três dias até que dei à luz uma pedra”, explicou a mulher que passou por anos com uma pedra na barriga. O depoimento foi dado ao jornal nigeriano The Nation.

Mulher teve problema por falta de água no organismo (Foto: Divulgação)

Caso raro de gravidez de quatro anos tem explicações médicas

Segundo informações do Sunday Lengmang, especialista do Yola Hospital, o caso de Amina tem explicação médica. Embora seja raro, mas não é impossível de acontecer.

“Pedras e outros objetos sólidos podem se formar no corpo humano, em diferentes casos. Pedras podem se formar na vesícula biliar, na bexiga e outras partes do trato urinário”, disse o médico ao jornal nigeriano, esclarecendo a veracidade do fato.

De acordo com o depoimento do médico, “geralmente isso acontece com pessoas que diminuem a ingestão de água para combater a incontinência urinária”. Ou seja pessoal, ficam sem beber água pode gerar uma gravidez de quatro anos, ou mais, e ter uma gestação de uma pedra gigante na barriga não parece ser algo, digamos, que saudável. As conferências médicas servem justamente para a troca de experiência e conversas sobre casos raros como esse.

Continuar Lendo  China: Experimente a morte por 40 dólares

Top