Mudanças na Lei Seca: saiba qual novo limite permitido

Mudanças na Lei Seca: saiba qual novo limite permitido

A Lei Seca mais rigorosa foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito na última terça-feira (29) em todo o Brasil. O objetivo da medida…

Por Isabella Moretti em 30/01/2013

A Lei Seca mais rigorosa foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito na última terça-feira (29) em todo o Brasil. O objetivo da medida é tornar a fiscalização mais eficiente, evitando assim os acidentes e as mortes causadas pela imprudência ao volante.

Para diminuir o número de acidentes de trânsito, Lei Seca está mais rigorosa. (Foto:Divulgação)

A lei que proíbe o consumo de bebida alcoólica ao dirigir já existe desde 2008 no Brasil, mas ela não tem sido levada tão a sério pelos condutores. Com as mudanças implantadas, a Lei Seca promete ser eficaz e garantir punições severas.

Saiba mais: Novas regras da Lei Seca

Mudanças na Lei Seca

A partir do dia 29 de janeiro, o motorista que for flagrado com qualquer concentração de álcool no organismo será responsabilizado por uma infração gravíssima e sofrerá com as seguintes punições: multa de R$ 1.915, recolhimento da habilitação, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir por um ano.

Não há mais tolerância de álcool no ar expelido no bafômetro. A antiga lei tolerava até 0,1 miligrama de álcool por litro de ar e no exame de sangue, de 0,2 grama. Na lei seca mais rígida, o bafômetro pode apontar até 0,05 miligramas, já o exame de sangue não pode apresentar qualquer quantidade de álcool.

O valor da multa aumentou e a tolerância de álcool no organismo diminuiu. (Foto:Divulgação)

Com a lei mais rígida, os motoristas terão mais dificuldades para enganar o bafômetro ou desmentir a embriaguez. Até mesmo quem comer um bombom ou tomar um remédio que contenha álcool pode ser punido.

Na nova Lei Seca, o motorista não é obrigado a se submeter ao teste do bafômetro se o acidente não deixar uma vítima fatal. No entanto, o agente fiscalizador poderá atestar a embriaguez do indivíduo ao observar alterações no comportamento e a aparência. Estas informações serão pautadas em um questionário.

Entre as características que podem indicar consumo de bebidas alcoólicas, vale ressaltar a sonolência, os olhos vermelhos, a voz mole e o odor de álcool no hálito. A dificuldade de equilíbrio, a agressividade e a dispersão também são fortes indicadores.

Novas formas de provar o abuso de álcool

A polícia pode se munir de outros meios para provar a embriaguez do motorista. (Foto:Divulgação)

De acordo com o texto da nova Lei Seca, as possibilidades de provas para comprovar o estado de embriaguez do motorista em um processo criminal aumentaram. Além do bafômetro, a Justiça também vai considerar exame clínico, fotografias, vídeo, perícia, prova testemunhal e outros meios capazes de atestar a capacidade psicomotora alterada.

As mudanças na Lei Seca foram efetuadas para provar que direção e álcool realmente não combinam. Qualquer pessoa que consumir uma substância com álcool ou bebidas alcoólicas, em maior ou menor quantidade, já tem o seu desempenho no volante prejudicado.

Veja também: Nova Lei Seca – Informações, Dúvidas, Perguntas

Top