Móveis para espaços pequenos: como escolher

Na hora de decorar um ambiente, um dos maiores desafios consiste em aproveitar bem o espaço. Com os cômodos das casas e apartamentos cada…

Os móveis escolhidos precisam ser proporcionais ao espaço.

Na hora de decorar um ambiente, um dos maiores desafios consiste em aproveitar bem o espaço. Com os cômodos das casas e apartamentos cada vez menores, é importante saber como otimizar o tamanho de cada divisão e até mesmo criar a sensação de amplitude.

A área pequena pode ser bem decorada, basta colocar em prática alguns truques. Os moradores também devem tomar cuidado com os elementos que usam para compor os ambientes, como é o caso dos móveis e complementos que não possuem funcionalidades e acabam apenas sobrecarregando a divisão.

O fato de o imóvel ser pequeno não é sinônimo de desconforto, muito pelo contrário. Uma casa compacta é vantajosa porque garante uma sensação de acolhimento, é mais aconchegante e fácil de manter sempre limpa. A falta de espaço se revela então um obstáculo que pode ser superado a partir de uma decoração inteligente.

Saiba mais: Decorar apartamentos pequenos

A escolha dos móveis para espaços pequenos

Confira a seguir algumas soluções para mobiliar o imóvel:

Prefira móveis retos porque eles se encaixam melhor.

1. Na hora de decorar o cômodo, prefira sempre os móveis com traços retos, pois eles permitem encaixes harmônicos e equilibrados com outros elementos.

2. Antes de comprar os móveis, verifique se eles são proporcionais ao espaço. Lembre-se também que a melhor forma de fazer os testes é simulando o tamanho real.

3. Na falta de espaço horizontal, é importante saber como usar as paredes para otimizar a decoração do ambiente. Ao investir em móveis suspensos, o morador também está contribuindo com uma melhor circulação no espaço.

4. Opte pelos móveis multifuncionais, ou seja, aqueles que desempenham mais de uma função. No quarto onde dormem dois irmãos, por exemplo, vale apostar no beliche. Já na sala, o sofá-cama pode se tornar duas acomodações em momentos diferentes.

Leia Também:  Infecções por superbactérias: saiba como evitar

5. Os elementos que podem mudar de lugar são bem-vindos na decoração, como é o caso do banquinho que serve tanto para a sala como para a varanda.

6. Evite móveis grandes demais, pois eles tomam muito espaço e são desnecessários para famílias pequenas.

7. Prefira adotar móveis com traços simples e discretos para combater o exagero e assim o ambiente não ficar sobrecarregado. Lembre-se de que a leveza é o segredo de uma decoração inteligente.

8. Na hora de decorar, comece pelo móvel maior e protagonista do ambiente. Depois, escolha os demais elementos de acordo com a área livre.

Faça uma decoração com poucos móveis e valorize a funcionalidade.

As peças sob medida também são uma boa saída. Veja: Móveis planejados para apartamentos pequenos

Dicas úteis

Além de investir em móveis apropriados, adote outras estratégias:

– Explore a cor branca dentro de casa através dos móveis e paredes;

– Abuse dos espelhos na decoração para criar o efeito de ambiente duplicado;

– Evite cores escuras e pesadas;

– Prefira uma iluminação fria.

 

Top