Morte súbita de bebês: mitos e verdades

As mortes que ocorrem durante o sono de bebês que pareciam saudáveis são muito misteriosas e traumáticas para as famílias. Esse problema também é chamado síndrome da morte súbita do lactente, sendo definida como óbito inesperado de um bebê que não consegue apontar suas causas. Saiba mais sobre o assunto e confira alguns mitos e verdades sobre a morte súbita em bebês.

A morte súbita em bebês acontece principalmente nos primeiros meses de vida. (Foto: divulgação)

Morte súbita em bebês

A síndrome da morte súbita infantil não é uma doença específica. Trata-se de um diagnóstico dado por especialistas quando um bebê aparentemente saudável morre sem nenhuma explicação. Quando nem os médicos, nem a autópsia conseguem explicar as causas da morte, é classificada como morte súbita.

A síndrome é considera ainda um mistério para os médicos. A maioria das mortes acontece a noite durante o sono. Nos Estados Unidos, 20% dos casos ocorrem em creches, berçários e escolinhas. Desde os anos 90, campanhas foram criadas para combater esse tipo de ocorrência e orientar as mães a nunca colocar os bebês para dormir de bruços. Desde então a incidência de morte súbita diminuiu pela metade.

Os bebês não devem dormir com os pais na cama, pois os riscos de morte súbita aumenta. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre a morte súbita

1. Há bebês que sofrem mais risco que outros de sofrer morte súbita.

Verdade. A síndrome acomete principalmente em bebês de 1 a 2 meses de idade. Antes de 1 mês ela é mais rara e o risco diminui conforme o bebê vai crescendo. Alguns fatores parecem aumentar o risco. A incidência é ligeiramente maior em meninos do que em meninas.

2. Os bebês não devem dormir de barriga para cima.

Mito. Esse é o ponto mais importante. Antigamente era recomendado que os bebês dormissem de lado, mas cientistas mostram que os bebês saudáveis não correm nenhum risco de engasgar se dormirem de barriga para cima.

3. É seguro deixar a criança dormir na cama dos pais.

Mito. Dormir na mesma cama com o bebê pode ser muito perigoso, principalmente se você e o seu par forem fumantes, tiverem o sono mais pesado ou tomar algum medicamento para dormir. O risco é maior até o 3º mês de vida.

4. Os bebês prematuros e de baixo peso apresentam maior risco.

Verdade. Os bebês nascidos antes de 37 semanas de gestão e com menos de 2,5 kg apresentam risco maior de sofrerem com morte súbita.

5. O superaquecimento do bebê pode levar a morte súbita.

Verdade.Encher o bebê de agasalhos ou cobrir demais na hora de dormir aumenta o risco de morte súbita. Deixe o bebê com os bracinhos para fora das cobertas para que ele não deslize e fique debaixo das cobertas.

O bebê deve ficar de barriga para cima e com poucas cobertas. (Foto: divulgação)

A morte súbita em bebês é um problema que pode ocorrer principalmente nos primeiros meses de vida. De acordo com especialistas, dividir a cama com o bebê aumenta o risco de morte súbita. É preciso ter cuidados redobrados com a criança ao dormir para evitar que isso aconteça.

Reply