Morre Super Ézio, ex-atacante do Fluminense

Faleceu, na noite desta quarta-feira (9), o ex-atacante do Fluminense Ézio Leal Moraes Filho, conhecido como Super Ézio. Um grande marco para a história…

Faleceu, na noite desta quarta-feira (9), o ex-atacante do Fluminense Ézio Leal Moraes Filho, conhecido como Super Ézio. Um grande marco para a história do tricolor na década de 90. Considerado o nono maior artilheiro do time, Super Ézio morreu em consequência de um câncer no pâncreas.

Ele estava internado no Hospital de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O velório aconteceu entre às 9h e 15h desta quinta-feira (10), no Salão Nobre das Laranjeiras.

O jogador participou do Fluminense entre 1991 e 1995. Além do tricolor carioca, também jogou em outros clubes como Atlético-MG, Bangu, Olaria e Americano.

Ézio descobriu que estava doente em outubro de 2010. Contudo, resolveu contar ao público sobre o câncer, no último mês de setembro, quase um ano depois. Segundo a família, inúmeros tratamentos foram tentados, porém, não surtiram efeitos e o mal avançou, tornando-se incontrolável e incurável.

Logo depois de exposta, ao povo, a notícia em relação a doença, o atual atacante Fred lembrou o ídolo da torcida, entrando em campo com a camisa de Ézio, número 9, na partida contra o Corinthians, no dia 11 de setembro. O ato não só lembrou o nome do ex-atacante, como também marcou a vitória do jogo, que acabou justamente com um gol de Fred.

O Fluminense entrou em estado de luto,  decretado pelo presidente do time Peter Siemsen, que afirmou sete dias de paralisação. “Ézio é um dos maiores artilheiros da história do Fluminense. Em um momento difícil para o clube, a década de 90, ele talvez tenha sido o maior ídolo daquela geração. Estamos sentindo muito esse falecimento. A perda de um ídolo dói demais”, lamentou Siemsen.

Super Ézio havia encerrado sua carreira em 1998, depois de diversas lesões. Sua participação no time resultou em 119 gols, em 237 jogos, dos quais 12 foram contra o principal rival do Fluminense, o Flamengo.

Leia Também:  Anderson Silva e Stephan Bonnar: resultados do UFC Rio 3

Top