Morre aos 66 anos o cantor Wando

Morre no início nesta quarta-feira (8), o cantor Wando, de 66 anos. O cantor foi internado no Hospital Biocor, em Nova Lima, Minas Gerais,…

Por Editorial MDT em 08/02/2012

Imagem: (Foto Divulgação)

Morre no início nesta quarta-feira (8), o cantor Wando, de 66 anos. O cantor foi internado no Hospital Biocor, em Nova Lima, Minas Gerais, no último dia 27 de janeiro com graves problemas cardíacos. Depois de passar por uma angioplastia coronariana, que atenuou expressamente o risco de morte, o cantor sofreu uma parada cardíaca.

Wando estava respirando com a ajuda de aparelhos respiratórios, já que seu nível de obstrução de três artérias era 90%. Após a cirurgia de emergência, o nível caiu para 40%, representando uma melhora significativa do ponto de vista da equipe médica.

Apesar de não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas, o cantor sustentava péssimos hábitos alimentares. Ao chegar no hospital, Wando estava pesando 110kg, 30 a mais do indicado pelos médicos.  Além disso, o cantor possuía histórico familiar de mortes devido a problemas cardíacos.

Em nota, médicos e parentes divulgaram que, pouco depois das 5h40, houve um repentino agravamento do estado de saúde. O falecimento ocorreu na presença da mulher do cantor, Renata Costa Lana e Souza. De acordo com seu cardiologista particular, foram feitos procedimentos de ressuscitação, mas o cantor não resistiu.

O local e o horário do funeral ainda não foram decididos, de acordo com a assistência técnica do cantor no Rio de Janeiro.

Agradecimento da família

Durante o programa Fantástico no último domingo (5), Wando enviou um bilhete a seus fãs: “Estou na oficina de Deus arrumando a turbina”. A família do cantor agradeceu aos fãs pelo reconhecimento e o apoio pela recuperação através de uma nota publicada na última terça (31).

“Gostaríamos de agradecer a todas as manifestações de preocupação e carinho de amigos e fãs para com nosso querido Wando. Estivemos passando por momentos muito difíceis e cruciais, mas sabemos que estamos agora em um melhor caminho. Apesar da gravidade do caso, sua melhora tem sido evidente e gradual. Acreditamos que o fator hereditário e a corrida cotidiana contribuíram de forma importante para o que aconteceu. Sabemos que, de agora em diante, temos uma batalha a travar mesmo fora do hospital. Apesar de o Wando não beber, fumar ou ser diabético, entendemos que ele terá que rever seu estilo de vida, em prol de si mesmo e de todos aqueles que tanto amam. Continuamos contando com o afeto e a oração de todos”, assinaram Gabrielle Burcci, filha do músico, e Renata Costa Lana e Souza, esposa de Wando.

Top