Morre a atriz Cleyde Yáconis

A atriz Cleyde Yáconis, de 89 anos, morreu no final da tarde de segunda-feira (15). Ela estava internada no hospital Sírio Libanês, situado na…

A atriz Cleyde Yáconis, de 89 anos, morreu no final da tarde de segunda-feira (15). Ela estava internada no hospital Sírio Libanês, situado na região central de São Paulo, desde o dia 29 de março.

Cleyde Yáconis morreu no Hospital Sírio Libanês. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Novela Passione

A morte de Cleyde Yáconis

De acordo com a assessoria do Sírio Libanês, o estado de saúde de Cleyde Yáconis estava complicado desde outubro de 2012, quando ela foi vítima de uma isquemia (redução de fluxo sanguíneo).

Em 2010, Cleyde sofreu uma queda, fraturando a cabeça e o fêmur. O incidente precisou de uma cirurgia, que foi realizada em um hospital no Rio de Janeiro. Na época a atriz permaneceu internada por seis dias. Apesar da queda, Cleyde se recuperou e deu continuidade à carreira. No mesmo ano, ela foi um dos destaques da novela “Passione”, escrita por Sílvio de Abreu.

O corpo de Cleyde Yáconis será velado nesta terça-feira, no distrito de Jordanésia, no município de Cajamar.

Alguns famosos usaram as redes sociais para lamentar a morte da atriz Cleyde Yáconis. Gloria Perez, Miguel Roncato e Rodrigo Lombardi usaram o Twitter para manifestar a perda de uma grande estrela do teatro e da TV brasileira.

Cleyde Yáconis foi responsável por grandes trabalhos no teatro e na TV. (Foto:Divulgação)

Vida e carreira de Cleyde Yáconis

Cleyde Yáconis nasceu no dia 14 de novembro de 1923, na cidade de Pirassununga, interior de São Paulo. Ela chegou a cursar enfermagem e tinha o sonho de fazer medicina, mas o talento artístico falou mais alto.

Aos 25 anos, Cleyde Yáconis deu seus primeiros passos no meio artístico, ao lado de sua irmã Cacilda Becker. Em 1950, ela começou a trabalhar no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), onde substituía a atriz Nydia Licia na peça “O anjo de pedra”.

Apesar da carreira de Cleyde ter começado por acaso, ela nunca mais deixou os palcos. Chegou a contracenar com sua irmã na peça “Pega Fogo” e também foi responsável pela fundação do Teatro Cacilda Becker. No teatro, a atriz participou de mais de 30 peças e recebeu vários prêmios.

Depois de se tornar famosa por causa das participações no teatro, Cleyde aceitou o desafio de trabalhar na televisão. Sua estreia aconteceu em 1966 na extinta TV Tupi, fazendo parte do elenco da novela “O Amor Tem Cara de Mulher”.

A atriz participou de mais de 30 peças teatrais. (Foto:Divulgação)

Na TV, Cleyde Yáconis construiu uma carreira notável. Depois de passar pela TV Tupi, Rede Bandeirantes, Cultura e SBT, finalmente ela estreou na Globo em 1990, interpretando Isabelle de “Rainha da Sucata”. A atriz participou também de “Vamp”, “Sex Appeal”, “Torre de Babel” e “Eterna Magia”.

O último trabalho de Cleyde Yáconis foi em Passione, novela em que interpretou dona Brígida, sogra de Bete Gouveia (Fernanda Montenegro).

Veja também: Morre Chi Cheng, baixista do Deftones


Top