Moda Inverno Vestidos 2011

Os vestidos são umas das peças coringas deste inverno! Como pede a estação, dentre as principais apostas dos estilistas estão materiais que prometem manter…

Os vestidos são umas das peças coringas deste inverno! Como pede a estação, dentre as principais apostas dos estilistas estão materiais que prometem manter as moças quentinhas até mesmo nos dias mais frios – como a lã e a pele e o couro, em versões naturais ou sintéticas.

Cori

A modelagem da vez remete aos cortes e proporções dos anos 20, com silhueta ampla e cintura marcada à altura dos quadris. Sucesso no verão passado, as saias longas e vestidos mais compridos também marcam presença neste inverno, que tem como proposta peças mais afastadas do corpo, sem evidenciar tanto as curvas, permitindo mais conforto e movimento.

Herchcovitch

Com caudas longas e esvoaçantes, os vestidos contam com acabamento elegantes, com topo levemente estruturado. A cartela de cores revela um inverno neutro, com predominância do camelo, cinza, off-white, preto e nude. Para quebrar a seriedade, tons de azul, vermelho e verde também são destaques na estação.

Huis Clos

A alfaiataria segue em alta, podendo ser vista em detalhes de acabamento. Em looks mais soltos, por exemplo, topos e mangas com inspiração no tradicional corte de vestuário masculino acabam ressaltando a sensualidade da mulher. Esta é a mesma proposta, inclusive, dos recortes geométricos, que têm como função alongar a silhueta proporcionando modernidade.

Maria Bonita

Dentre os detalhes que fazem toda a diferença predominam o tricô, mesclado a outros tecidos e a renda, fazendo volume às caudas. Na última edição do São Paulo Fashion Week, algumas grifes se destacaram e prometem ser referencia para outras marcas neste inverno. O estilista Ronaldo Fraga investiu no colorido e na transparência, uma tendência internacional, na expansão dos saiotes de seus vestidos. Já a Maria Bonita apresentou modelos modernos confeccionados em lã, com modelagem inspirada em cardigãs.

Continuar Lendo  Brincos para usar no casamento: dicas

Osklen

A Osklen ressaltou o mega comprimento, com golas largas e comprimento curtinho e a Cori desfilou silhuetas retas e estruturadas com aplicações metalizadas. Alexandre Herchcovitch levou à passarela longos esvoaçantes e soltinhos, cheios de movimento, com mangas compridas e coloridas. Enquanto Huis Clos optou por mandas balão e pela elegância do couro em looks pra lá de fashions e com ar fetichista.

Reinaldo Lourenço

Reinaldo Lourenço não passou despercebido! Com um vestido inteiramente branco, o estilista soube ousar com aplicações de pérolas, gola de pele e decote ousado. A cereja do bolo foi realmente a Neon, com uma coleção inteiramente dedicada ao surrealismo de Salvador Dali.

Rita Comparato e Dudu Bertholini conseguiram evidenciar as principais tendências da estação em seu desfile e apresentaram vestidos neutros e coloridos – mas sempre repletos de criatividade, com toques de alfaiataria, misturas de tecidos – evidenciando a lã e o tricô em suas estampas, além de marcar a silhueta com aplicações divertidas e de cores mais fortes.

Grande fonte de inspiração até mesmo para as mulheres mais tradicionais. Afinal, o inverno é a estação mais melancólica do ano. Então, vale a pena quebrar um pouco do ‘clima frio’, com looks divertidos e modernos.

Neon

Top