Moda do silicone na panturrilha: vantagens e desvantagens

Moda do silicone na panturrilha: vantagens e desvantagens

Na era das próteses de silicone, todo mundo pode fazer algumas mudanças em seu corpo. As mais comuns envolvem implantes nas mamas, no peitoral…

Por Editorial MDT em 14/03/2014

Na era das próteses de silicone, todo mundo pode fazer algumas mudanças em seu corpo. As mais comuns envolvem implantes nas mamas, no peitoral masculino e nas nádegas. Mas as cirurgias para implante de silicone na panturrilha também vêm aumentando bastante, nos últimos 6 anos. Pernas torneadas, com medidas proporcionais é que as pessoas desejam, quando optam por este tipo de procedimento. Veja algumas vantagens e desvantagens do silicone na panturrilha.

Tem aumentado o número de pessoas que optam pelo implante de silicone nas panturrilhas (Foto: Divulgação)

Vantagens da prótese na panturrilha

A primeira vantagem de se colocar silicone na panturrilha, é claro, está relacionada à estética. O implante permite dar mais harmonia ao formato das pernas, equilibrando as medidas das panturrilhas com a das coxas.

Muitas vezes, a pessoa exercita bastante as pernas, mas tem certa dificuldade de conseguir aumentar as panturrilhas. Se as coxas ficam mais torneadas, mas o restante da perna fica mais fino, o visual é um tanto desarmonioso, esteticamente.

Outra vantagem está em corrigir o formato das panturrilhas, por outros motivos. Há pessoas, por exemplo, que sofreram acidentes e tiveram esta parte da perna danificada. Cicatrizes ou outras sequelas do acidente podem deformar a panturrilha e impedir que ela seja devidamente trabalhada, com exercícios físicos.

Exemplo do como é implantada a prótese na panturrilha (Foto: Divulgação)

Se comparada a outras cirurgias de implante de silicone, a da panturrilha também oferece vantagens. As próteses variam de 140 ml a 180 ml. Para serem introduzidas, basta um pequeno corte (na dobra do joelho, na parte posterior) de 3cm ou 4cm. Em geral, o paciente permanece durante uma hora em cirurgia e pode ficar apenas um dia internado, apenas para observação. A cicatriz fica quase imperceptível, após seis meses.

Como acontece com todo procedimento cirúrgico, o implante de silicone nas pernas exige repouso e tempo certo de recuperação. Geralmente, 4 ou 5 dias de repouso são suficientes. Após isso, algumas atividades simples podem ser retomadas, desde que não exijam esforço excessivo das pernas. Já as atividades físicas devem esperar mais: 50 ou mais dias, após a operação.

Desvantagens da prótese na panturrilha

Esta parte da perna possui tecidos de músculo. Por isso, uma das desvantagens do implante de silicone na panturrilha é a dor. Apesar de ser um procedimento relativamente mais simples que os demais, o pós-operatório pode ser muito dolorido.

Vale dizer, também, que esta região precisará de atenção dobrada, para o resto da vida, quanto à prática de atividades físicas ou riscos de lesões. Como a pele da perna é mais fina e menos resistente do que a da mama, por exemplo, um pequeno trauma poderá deixar a prótese exposta.

Em geral, a cirurgia dura 1 hora (Foto: Divulgação)

Inchaços das pernas também podem representar riscos, para quem tem prótese de silicone nas panturrilhas. Se isso for constante, pode haver complicações, evoluindo-se para uma embolia, uma isquemia ou até mesmo uma necrose.

Finalmente, é preciso ressaltar que qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos e qualquer implante é um corpo estranho, no organismo na pessoa. Portanto, todas as possíveis complicações devem ser muito bem esclarecidas ao paciente.

Top