Mochilão pela Europa: quanto custa

O mochilão pela Europa é uma modalidade de viagem na qual o turista conhece as principais cidades do continente europeu, mesmo com um orçamento…

O mochilão pela Europa é uma modalidade de viagem na qual o turista conhece as principais cidades do continente europeu, mesmo com um orçamento limitado.

O mochileiro viaja por muitos países com poucas coisas na mala e pouco dinheiro para gastar. Ele tem a oportunidade de conhecer várias culturas, aprimorar os idiomas e explorar os principais pontos turísticos da Europa.

Quanto custa o mochilão pela Europa?

O preço do mochilão pela Europa varia de acordo com as cidades visitadas. Uma pesquisa realizada pelo UK Post Office comparou o custo de itens essenciais nas principais cidades europeias. O resultado do levantamento mostrou quais são as cidades mais baratas para se visitar.

Os mochileiros interessados em fazer economia devem viajar para Budapeste (Hungria), Vilnius (Lituânia), Varsóvia (Polônia), Riga (Letônia) e Lisboa (Portugal), pois estão entre os destinos mais baratos. Já Estocolmo (Suécia), Copenhague (Dinamarca), Roma (Itália) e Amsterdã (Holanda) são as cidades mais caras para se explorar na Europa, por isso nem sempre cabem no orçamento do mochileiro.

Algumas agências de turismo vendem pacotes de viagem que exploram o conceito de mochilão. A World Study, por exemplo, leva os brasileiros para uma viagem de 14 dias na Europa, que inclui paradas na  Bélgica, Holanda, Alemanha, Áustria, Itália, Suíça e França. A Europa Travel e a CI também vendem pacotes especiais.

Na agência CI, um pacote de mochilão para conhecer os principais castelos da Europa custa R$ 5.052,26. Já o ‘mochilão capitais’, que passa por Madri, Roma, Paris e Londres, está disponível a partir de R$ 4.075,72.

Dicas para fazer mochilão na Europa

Confira a seguir algumas dicas para aproveitar a experiência como mochileiro no velho continente:

Continuar Lendo  Como aplicar sombra molhada

• O viajante deve definir os lugares que vão compor o roteiro. É preciso considerar todas as possibilidades que existem entre Portugal e Rússia.

• A viagem precisa ser compatível com o orçamento e estilo de vida do mochileiro.

• É fundamental ficar atento à cotação do euro e da libra.

• Ao definir o roteiro, o turista deve apostar nas cidades que são vizinhas e não precisam de transporte aéreo.

• O trem é o principal meio de locomoção do mochileiro que está explorando os encantos da Europa.

• Quem está ‘mochilando’ deve aproveitar as atrações gratuitas nas cidades europeias para economizar dinheiro.

• O transporte do mochileiro com certeza sairá mais barato se ele realizar a compra das passagens com antecedência.

• A opção mais barata de hospedagem na Europa é o hostel, também chamado de albergue.

• O mochileiro deve escolher viajar de trem ou de ônibus durante a noite. Desta forma, ele economiza uma diária de hospedagem.

Top