Mochila para crianças: cuidados ao comprar

Não basta atender ao pedido das crianças e levar para casa a mochila que eles mais querem, como aquelas com desenhos de personagens da…

Não basta atender ao pedido das crianças e levar para casa a mochila que eles mais querem, como aquelas com desenhos de personagens da TV. O mais importante na hora da escolha de uma mochila para crianças é o conforto e o bem-estar delas. Saiba aqui algumas dicas necessárias no momento da compra de uma mochila para os pequenos.

Antes de atender à vontade das crianças na escolha de sua mochila é preciso pensar na saúde delas (Foto: divulgação)

Leia também: Como organizar a mochila do seu filho.

Mochila para crianças: como escolher

O primeiro ponto a ser observado ao escolher uma mochila para crianças diz respeito ao tamanho dela perante o tamanho da criança. A mochila não deve ficar nem larga nem apertada demais nas costas dos pequenos.

Outro detalhe importante, no caso da aquisição de uma mochila com rodinhas, é a regulagem de sua altura, que deve ser suficientemente compatível com a altura da criança, a fim de que esta não necessite se abaixar para puxar a mochila enquanto caminha.

A mochila com rodinhas deve ser ajustada corretamente para que não a criança não precise se abaixar para conseguir puxá-la (Foto: divulgação)

Veja também: Mochila infantil na 25 de março.

Mochila para crianças: cuidados ao comprar

Dentre os cuidados ao comprar uma mochila para crianças está a quantidade de material escolar que vai ser carregado nela. Isso deve ser cuidadosamente observado, de modo que a mochila comprada comporte todos os livros, cadernos e demais apetrechos que vão fazer parte do dia a dia escolar da criança.

Para que os pequenos se sintam confortáveis e não fiquem com dores nos ombros enquanto carregam a mochila nas costas, é recomendável que esta seja almofadada ao menos nessa parte. Além disso, sempre vale a recomendação de que o peso da mochila não deve ultrapassar 10% do peso corporal da criança, tanto para evitar dores na coluna quanto problemas mais graves no futuro.

Leia Também:  Alimentos que aumentam o odor do corpo

Por fim, vale lembrar que nem sempre a opção mais cara é a mais adequada e que também, muitas vezes, o barato sai caro, ou seja, não se pode dizer que uma mochila caríssima é a melhor opção, mas certamente dá para se desconfiar da qualidade de um produto muito barato. Portanto, aja com bom senso ao escolher a mochila de seu filho.

O peso da mochila com todo o material da criança dentro não deve ultrapassar 10% de seu peso corporal (Foto: divulgação)

Top