Mitos e verdades sobre ressaca

A temporada de festas de final de ano é bastante divertida, porém, para quem acaba não resistindo ao uso de bebidas alcoólicas, é muito…

A temporada de festas de final de ano é bastante divertida, porém, para quem acaba não resistindo ao uso de bebidas alcoólicas, é muito difícil enfrentar o mal estar no dia seguinte ao da bebedeira. Esclareça várias dúvidas sobre o assunto e conheça mitos e verdades sobre a ressaca.

Confira dicas infalíveis para curar ressaca.

A ressaca é um problema muito incômodo e frequente no final do ano. (Foto: divulgação)

O uso de Engov antes e depois de beber ajuda na ressaca

Mito. Não existe nenhum medicamento com, comprovação científica, que seja capaz de evitar a ressaca. O Engov é uma mistura de ácido acetil salicílico, cafeína e antieméticos e, na melhor das hipóteses, pode ajudar a combater alguns sintomas, como a náusea e a depressão do sistema nervoso central.

Fumar piora os sintomas da ressaca

Verdade. O cigarro é capaz de piorar as náuseas, as agressões estomacais e o nível de oxigenação do sangue, devendo, portanto, ser evitado.

Evitar a mistura de bebidas previne ressaca

Mito. É bastante comum as pessoas comentarem que misturar bebidas destiladas com fermentadas resulta em ressaca mais forte, mas esse é um dos maiores mitos sobre o assunto. Na verdade não existe nenhum problema em misturar as bebidas, no caso de pessoas que possuem o costume de beber, entretanto, bebedores amadores ou iniciantes podem ter sérios problemas com a quantidade de álcool ingerida.

O cafe não cura ressaca, mas ajuda a estimular o sistema nervoso central. (Foto: divulgação)

Analgésicos ajudam a melhorar os sintomas ressaca

Verdade. Os analgésicos ajudam a combater os sintomas da ressaca, como a dor de cabeça. Contudo, é preciso ter cuidado, pois se usados em excesso podem causar danos ao fígado. Algumas pessoas costumam tomar os analgésicos antes de beber, medida que, dependendo do remédio utilizado e do organismo da pessoa, pode dar certo ou ser totalmente ineficiente.

Leia Também:  Pacote de viagem, Serra Gaúcha, Azul Viagens 2012

Café forte cura ressaca

Mito. A cafeína presente no café é uma importante estimuladora do sistema nervoso central e ajuda a combater o estado de moleza e fraqueza causado pelo álcool, conferindo a sensação de melhora. Entretanto, melhor que beber café amargo é tomar café bem adoçado, para repor a glicose perdida.

Água de coco e bebidas isotônicas ajudam a curar ressaca

Verdade. A água de coco, bem como bebidas isotônicas, é capaz de conferir hidratação e ainda ofertar doses importantes de glicose, potássio e fósforo, repondo a falta desses nutrientes no organismo. Uma boa dica é intercalar o uso dessas bebidas com o de álcool.

Refrigerante previne ressaca

Mito. O refrigerante apenas ajuda a pessoa a se hidratar, entretanto, é incapaz de curar a ressaca. Outro ponto negativo é o fato de que o gás pode piorar o desconforto estomacal, resultando em vômitos intensos.

Saiba quais os sinais e sintomas de ressaca, entenda por que ocorre e confira mais dicas.

O cigarro pode piorar os sintomas da ressaca. (Foto: divulgação)

A ressaca é um problema bastante incômodo e frequente na época de final de ano. A melhor dica para evita-la é beber com moderação e ficar longe das recomendações que não passam de mitos e podem ser prejudiciais à saúde.

Top