Mitos e verdades sobre os Beatles

O fascínio dos fãs, somado a histórias recheadas de polêmicas, letras e imagens conotativas contribuíram para que fosse criada uma aura de mistério e…

Por Editorial MDT em 22/10/2012

O fascínio dos fãs, somado a histórias recheadas de polêmicas, letras e imagens conotativas contribuíram para que fosse criada uma aura de mistério e fantasia em torno da longa carreira de sucesso dos Beatles. Músicas repletas de simbologias, comportamentos revolucionários para a época, entre outras coisas, eram típicos entre os integrantes da banda. Até aqui, nenhuma novidade. Na realidade, artistas notáveis acabam causando isso nas pessoas, que tentam explicar a si mesmas os verdadeiros motivos que levaram seus ídolos a fazerem isso ou aquilo. Inevitavelmente, surgem mitos, resultantes de verdades ocultas e mal explicadas.

Polêmicos e geniais, os Beatles fazem sucesso até hoje, no mundo inteiro (Foto: Divulgação)

Muitos são os mitos e verdades sobre os Beatles. Alguns são tão fantasiosos, que beiram à paranoia, quando podem ser explicados, simplesmente, como brincadeiras inocentes dos integrantes da banda. É a necessidade se encontrar algo onde não há ou, em resumo, são frutos dos conhecidíssimos boatos. Ainda assim, em contrapartida, existem também as verdades, explicadas pelos próprios artistas. Veja, abaixo, algumas das histórias mais interessantes sobre a antiga banda de rock mais famosa do mundo.

Capa do disco Abbey Road

Capa de Abbey Road teria sido uma forma de representar o funeral de Paul McCartney (Foto: Divulgação)

Este é um dos principais mitos sobre os Beatles; talvez o mais sinistro. A foto da capa do álbum Abbey Road é a mais famosa, no mundo inteiro. Sempre causou curiosidades sobre detalhes que, talvez, não tenham explicação. Segundo a lenda, a foto do disco foi uma das mensagens subliminares do grupo a respeito da suposta morte prematura de Paul McCartney. O cantor teria morrido, num acidente de carro, em 1966. Para não abalar a ascensão musical do grupo, à época, seu empresário teria substituído Paul por um sósia, que é aquele conhecido por nós, até hoje. A foto, então, teria sido tramada pelo restante da banda, como forma de dar indícios ao público, sobre a verdade. A travessia da rua seria a representação de um funeral. Por isso, Paul McCartney está descalço e com o cigarro na mão direita. Talvez o verdadeiro Paul fosse destro.

Música Lucy in the Sky with Diamonds

Desenho de Julian Lennon, para a coleguinha Lucy (Foto: Divulgação)

As imagens de Lucy in the Sky with Diamonds, no filme Yellow Submarine, fizeram com que muitos as associassem à representação de uma “viagem”, causada pela droga LSD, que os integrantes da banda teriam usado. As iniciais das palavras do título também coincidem. Na realidade, John Lennon explicou que a música foi inspirada num desenho que seu filho, Julian, fez para uma coleguinha de escola, Lucy. O próprio garoto colocou este título, no desenho. Lucy faleceu aos 46, em consequência do Lúpus.  Este é o mito de Lucy in the Sky with Diamonds.

O que seria um protesto contra a guerra é, na verdade, a representação de um sonho estranho (Foto: Divulgação)

A foto, acima, também foi a causa da criação de mais um mito sobre os Beatles. Muitos pensavam que se tratava de um protesto da banda, contra a Guerra do Vietnam. A capa polêmica do disco Yesterday and Today (1966) era, na verdade, a reprodução de um estranho sonho do fotógrafo da banda, Robert Whitaker.

Talvez a incompreensão do trabalho de grandes gênios gere mitos sobre sua vida (Foto: Divulgação)

É inegável a influência dos quatro garotos de Liverpool, na vida de milhões de pessoas do mundo todo. Eles são considerados, por muitos, verdadeiros gênios da história da música. Gênios, como se sabe, quase sempre são interpretados de forma incorreta. Não é à toa que foram criados tantos mitos e verdades sobre os Beatles.

Relembre o passado: Relembre as bandas lendárias do Rock

E, por falar em rock: Rock In Rio 2013 – Bandas e Ingressos

 

 

 

 

Top