Mitos e verdades sobre o umbigo do bebê

Após o nascimento do bebê, muitas mães acreditam que o pior já passou, porém ao se deparar com aquela pequena criança, totalmente dependente, o…

Por Editorial MDT em 22/12/2011

A higiene do coto umbilical é importante

Após o nascimento do bebê, muitas mães acreditam que o pior já passou, porém ao se deparar com aquela pequena criança, totalmente dependente, o medo volta a fazer parte de suas vidas. Surgem várias dúvidas e questionamentos. As que mais perturbam as mães são em relação a que cuidado deve-se ter com o coto umbilical. Por isso, iremos responder algumas perguntas frequentes, em relação ao seu cuidado.

 Por que os bebês permanecem com o coto umbilical?

O cordão umbilical, dentro da barriga da mãe tinha como função levar oxigênio e nutrientes necessários a sobrevivência do bebê. Após o nascimento do bebê, ocorre o corte do cordão. Este procedimento é indolor, permanecendo um pedaço do cordão de mais ou menos 2 a 3 cm ainda ligados à barriga do bebê. Os pediatras visam manter esse pedaço de cordão, caso o recém-nascido necessite de internação, além de evitar a infecção.

Quanto tempo o cordão demorará para cair?

Na maioria das vezes, o coto permanece em torno de 10 a 21 dias após o nascimento, varia de acordo com cada criança, dependendo se ela apresenta ou não alguma alteração hemodinâmica. Primeiramente o coto irá ficar seco, enegrecido, depois ocorre sua queda. No local, permanecerá uma ferida, que leva mais ou menos 10 dias para cicatrizar. Caso o coto umbilical permaneça por muito tempo sem cair, procure um médico pediatra e questione a respeito, apenas um especialista poderá mencionar e explicar o que está acontecendo com o bebê.

A higienização do coto umbilical deve ser feita com álcool 70%

É necessário ter algum cuidado especial com o coto umbilical do bebê?

O coto umbilical deve ser mantido limpo e seco durante seu tempo de permanência,  para evitar futuras infecções.

A maneira mais correta e preconizada pelos médicos pediatras é realizar a higiene do coto com um cotonete com álcool a 70%, realizando a limpeza em todas as trocas ou em torno de 4 vezes ao dia. Após a limpeza, deixar secar naturalmente. Lembre-se que toda vez que for manusear o coto, realize a higiene das mãos, o que evita uma futura infecção.

Há algum sinal clínico ao qual devo me preocupar?

Procure imediatamente um médico nos seguintes casos:

  • Bebê com febre e com diminuição da vontade de mamar;
  • Permanecer por muito tempo quieto;
  • O coto umbilical estiver inchado ou muito vermelho;
  • O coto umbilical permanecer inchado, com secreção e um odor fétido.

Por que, muitos casos, depois que o coto cai o umbigo permanece alto?

Em algumas crianças, a persistência da elevação do umbigo elevado, pode ser indicação de que ela apresente hérnia umbilical. As hérnias umbilicais são muito comuns, podendo acometer até 20% das crianças. Atenção!Nunca coloque nenhum objeto no umbigo do bebê para que ele se mantenha para dentro.

 

 

Top